Mútua presente no 5º Seminário de Acessibilidade do Crea-SC

Cidade para pessoas. Esse foi o é o tema principal do 5º Seminário de Acessibilidade do Crea-SC, realizado na quarta-feira (12), no auditório da Celesc, em Florianópolis. Organizado pela Comissão de Acessibilidade do Conselho, o evento contou com a participação da Mútua, e teve como objetivo de disseminar a política de planejamento das cidades, por meio de ações que promovam o desenvolvimento de projetos nas áreas de edificações, mobilidade urbana, planejamento urbano e infraestrutura pública.

Um dos focos trabalhado foi a produção de equipamentos que atendam a acessibilidade universal, visando segurança e o bem-estar à população, além de economicidade na gestão de obras. Palestras, mesas redondas e debates integraram a programação que, foi composta por três módulos: Acessibilidade Urbana, Acessibilidade em Edificações e Legislação aplicada a Acessibilidade.

Representando a Caixa de Assistência, o presidente da Instituição, eng. civil Paulo de Queiroz Guimarães, integrou a mesa da solenidade de abertura do evento. A Instituição também marcou presença na programação do evento. Compondo o Módulo 3: Legislação aplicada a acessibilidade, esteve o painel intitulado “A Legislação da Acessibilidade”, ministrado pelo Gerente de Cobrança da Mútua Sede, eng. civil Jary de Carvalho e Castro.

Jary de Castro apresentou o Programa de Inclusão da Mútua (PIM)

Além de abordar a temática, Castro falou sobre o PIM -Programa de Inclusão da Mútua, que atende os associados e dependentes que possuem deficiência física e/ou intelectual, mostrando um pouco do trabalho das instituições parceiras no projeto, como o Instituto HandsFree e o IPO – Instituto de Prótese e Órtese.

Além de Paulo Guimarães, compuseram o dispositivo de honra  o presidente do Crea-SC, eng. agr. Ari Geraldo Neumann; o presidente da Celesc, eng. civil Cleverson Siewert; a assessora da presidência do Confea, eng. Claudia Regina Machado, representando o presidente, eng. civil Joel Kruger; o coordenador da Comissão de Acessibilidade do Crea-SC, eng. civil Daniel Faganello; e o coordenador do Colégio de Entidades Regionais, eng. agrim. Valdr Pedro Schneider.

Autoridades destacam projetos na área de acessibilidade

O presidente do Crea-SC ressaltou que o tema acessibilidade deve ser debatido de forma conjunta com o planejamento das cidades. Disse que o evento propõe o reordenamento do espaço urbano com o foco nas pessoas, sendo que as cidades se desenvolveram em função da logística do transporte, priorizando as malhas viárias. “De forma geral, as administrações têm priorizado os sistemas e infraestruturas de tráfego”, pontuou.

Citou a Cartilha de Acessibilidade do Crea-SC e o Termo de Cooperação Técnica com o MPSC, com o objetivo de assegurar o cumprimento das normas de acessibilidade nos passeios e edificações públicas do estado, como ações visando minimizar as dificuldades de acessibilidade.

A assessora da presidência do Confea. eng. Claudia Regina Machado destacou projetos na área de acessibilidade, entre eles, o desenvolvido em parceria com a Mútua e com a Universidade de Brasília (UNB), cujo foco é a conscientização e mobilização de profissionais e estudantes, além do Convênio com o Tribunal de Contas da União (TCU), visando à fiscalização de obras públicas. A engenheira citou ainda a necessidade do envolvimento das regionais para ações conjuntas de promoção da acessibilidade e disse que é preciso seguir bons exemplos, citando a Cartilha de Acessibilidade do Crea-SC como modelo.

O presidente da Celesc, Eng. Civil Cleverson Siewert mencionou os projetos da instituição na área de energia e também na área de acessibilidade, tanto externos, quanto internos, destinado aos colaboradores. Falou da importância do evento e do tema e da parceria com o CREA-SC. “Diariamente somos desafiados a buscar melhorias. Tenho a certeza que o evento contribui com este objetivo. Sairemos daqui pessoas melhores.”

O presidente da Mútua Nacional, Paulo Roberto Guimarães reforçou a parceria da Mútua com o Crea-SC para a promoção de eventos sobre temas importantes para a sociedade que instiguem o debate e tragam soluções para os impasses. Mencionou os projetos e eventos realizados pela Caixa de Assistência na área de acessibilidade.

O Seminário e destinado aos profissionais do Sistema Confea/Crea, bem como aos demais conselhos relacionados as áreas de acessibilidade, edificações, mobilidade urbana, planejamento urbano e infraestrutura pública, estudantes e público geral. Também foram convidadas as entidades parcerias do Projeto Santa Catarina Acessível, que por meio de termo de cooperação técnica propõe um grande pacto pela promoção da acessibilidade nos espaços públicos e privados de uso coletivo no estado.

 

Fonte: Gecom/ Mútua com informações do Crea-SC

Fotos: Crea-SC

Compartilhe essa postagem:

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.