Sessão Plenária do Confea tem participação da Mútua

Homenagens e definições acerca de atividades dos profissionais e referentes a questões institucionais marcaram a reunião

Paulo Guimarães, presidente da Mútua, acompanhou a 1465ª Sessão Plenária do Confea, nesta sexta-feira (13). Na oportunidade, o dirigente da Caixa de Assistência passou às mãos do presidente do Confea, Joel Krüger, placa alusiva aos 60 anos do Crea-SC, que havia recebido na solenidade de homenagem às seis décadas do Regional na Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc). Guimarães representou Krüger na cerimônia.

Homenagem da Alesc aos 60 anos do Crea-SC

A placa comemorativa simboliza o reconhecimento pela atuação em prol dos profissionais, empresas e entidades da área tecnológica, do desenvolvimento sustentável do país, da segurança e da qualidade de vida da sociedade. Ao receber a placa, o presidente do Confea convidou o conselheiro. Evandro Martins, que é de Santa Catarina, para compartilhar da homenagem recebida.

Também durante a reunião, o Plenário anunciou o eng. eletric. Jorge Luiz Bitencourt da Rocha como titular da vaga que era do conselheiro eng. eletric. José Chacon de Assis, vítima de atropelamento no último dia 3. O mandato do conselheiro vai até 2020.

Chacon foi lembrado com um minuto de silêncio pelos conselheiros federais. Em reconhecimento à trajetória do profissional, a Comissão do Mérito deliberou homenageá-lo, em caráter especial, na 75ª Semana Oficial da Engenharia e da Agronomia (Soea). Também foi registrada na Plenária a perda, no dia 5 de julho, do engenheiro civil e presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Distrito Federal (Sinduscon-DF), Luiz Carlos Botelho.

Minuto de silêncio em memória ao engenheiro eletricista Chacon

Atuação profissional e imagem institucional
O Manual do Crédito Rural foi tema de debate entre os conselheiros. O presidente Joel Krüger elogiou o trabalho desenvolvido pelo Grupo de Trabalho Crédito Rural, Assistência Técnica e Extensão Rural. “É preciso destacar a efetividade do trabalho deste GT, assim como sua rápida ação em defesa da valorização profissional.”

O coordenador do Colégio de Presidentes (CP), Francisco Almeida, advertiu sobre as graves consequências de implantação do Manual Crédito, que não prevê o financiamento da assistência técnica rural, em sua última versão, publicada no dia 6 de julho. “Estamos mobilizando forças para que as Ematers [Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural] também se posicionem contra a instrução normativa deste ano que inviabiliza a vida do pequeno produtor ao proibir de financiar assistência técnica obrigando o produtor a ter de contratar profissional a juros de mercado, sendo que até então podia ser feito pelo crédito rural”, disse Almeida.

Após aprovação, pelo Plenário federal, uma manifestação do Confea sobre a nova proposta de diretrizes curriculares da Engenharia será encaminhada ao Conselho Nacional de Educação (CNE) e ao Ministério da Educação (MEC). O documento atende a uma solicitação do MEC, considerando que as diretrizes curriculares da Engenharia têm um impacto direto na formação dos profissionais, uma vez que definem os princípios, fundamentos, as condições, os procedimentos e as finalidades da graduação nessa área.

O Plenário deliberou a Política de Critérios para Participação do Confea em eventos de interesse nas áreas da Engenharia, da Agronomia e das Geociências por meio da locação de estandes. A Política, elaborada com base em estudo técnico e na manifestação da área Jurídica, prevê que o Confea poderá participar de eventos organizados por entidade pública ou privada que promovam temas nas seguintes áreas de interesse: ações estratégicas do Conselho que, aprovadas pelo Plenário, importem no desenvolvimento da Engenharia, da Agronomia e das Geociências ou na unidade de ação do Sistema Profissional; bem como nos eixos temáticos do Sistema Confea/Crea que abrangem exercício e regulamentação profissional, fiscalização, ética, valorização profissional e educação continuada. O documento define critérios para locação de estandes, documentos necessários para participação do Federal em eventos e a contrapartida a ser concedida pela organização do evento ao Confea.

Outra Política deliberada foi a de Concessão de Patrocínios pelo Confea, cujo objetivo é contribuir com o fortalecimento da imagem institucional do Conselho. O documento dá transparência aos detalhes da Seleção Pública de Projeto, que consiste na divulgação de edital contendo, entre outros, os critérios e as condições para participação e a disponibilidade orçamentária, bem como os aspectos relativos à avaliação e à escolha dos projetos, eventos, exposições e publicações a serem patrocinados.

A divulgação editais de chamamento público para selecionar entidades de classe do Sistema Confea/Crea, em regime de mútua cooperação, para a consecução de atividades ou de projetos de interesse público ou recíproco; a instituição de Grupo de Trabalho Resolução nº 313/1986 e Projeto de Lei nº 2245/2007, cuja finalidade será elaborar proposta de ato normativo administrativo para alterar a referida resolução do Confea – que dispõe sobre o exercício profissional dos tecnólogos; e a criação de outro GT, cujo escopo será o Sistema Nacional de Georreferenciamento Rural e Urbano (SINGEO), foram outras definições da Sessão Plenária deste dia 13 de julho.

Fonte: Confea (com inserções)
Fotos: Confea

Compartilhe essa postagem:

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.