Nota de falecimento

Faleceu, nessa quarta-feira (8) em Salvador, o eng. civil Stelio Galvão Nunes, associado da Mútua desde 2000. O sepultamente ocorreu nessa quinta-feira (9).

Stelio se orgulhava de ter feito parte da segunda turma de Engenharia Civil da Universidade de Brasília (UNB) e foi registrado no Crea-DF em 18/07/1974, mantendo visto no Crea-BA.

Formado em 1974, foi um dos pioneiros no recebimento de atribuição da Resolução 218/73 do Confea sem prejuízos das atribuições do Decreto 23.569/33, costumando afirmar sorrindo: "Sou engenheiro do Decretão também!"

No seu currículo profissional, obras icônicas como a primeira Eclusa do Nordeste, a construção edifício da Rede Globo no Rio de Janeiro e a que mais se orgulhava, a participação na execução do Edifício do Confea, em Brasília, segundo seus atestados técnicos, sempre bem guardados daquela época.

Foi engenheiro da Aeronáutica e sobreviveu a queda de um avião, perdendo o olho esquerdo nesse acidente, o que nunca o impediu de trabalhar e dirigir.

Trabalhou até seus últimos dias de vida na região de Teixeira de Freitas e Caravelas, e contribuiu sempre como crescimento da Engenharia e da sociedade na região. Sempre calculava a mão com papel, caneta e uma régua de cálculo antiga ainda usada na graduação.

Era membro efetivo do Sindicato de Engenheiros da Bahia  (Senge-BA) e da Associação Baiana de Técnicos, Tecnólogos e Engenheiros (Abate).

 

Fonte: Gecom/Mútua (com informações da Abate)

Compartilhe essa postagem:

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.