Crea-AM participa de mobilização nacional pela valorização dos profissionais da Engenharia

A proposta da Federação Nacional dos Engenheiros (FNE) é reunir as instituições vinculadas à área no Brasil inteiro – conselhos profissionais, entes e órgãos públicos, sindicatos, associações, centros de ensino e pesquisa, além de empresas.

De 24 a 26 de novembro, a Federação Nacional dos Engenheiros (FNE) realizará, na cidade de Barra Bonita (SP), mobilização em prol da retomada do crescimento e valorização dos profissionais da Engenharia. A ação faz parte do movimento “Engenharia Unida”, lançado pela FNE em março deste ano. O presidente do Crea-AM, engenheiro civil Cláudio Guenka, representará a autarquia no evento.

Tendo em vista a necessidade de assegurar a união da categoria frente ao complexo quadro político e econômico enfrentado pelo País, a proposta da entidade é reunir as instituições vinculadas à área no Brasil inteiro – conselhos profissionais, entes e órgãos públicos, sindicatos, associações, centros de ensino e pesquisa, além de empresas.
A programação do evento inclui debates e palestras voltadas ao protagonismo dos engenheiros rumo à retomada do desenvolvimento, destacando os caminhos e desafios para tanto; a preservação de direitos e a valorização do trabalho.
A sessão de abertura será nesta quinta-feira (24). No dia 25, o presidente da FNE, Murilo Pinheiro, o deputado federal Ronaldo Lessa (PDT-AL) e o consultor sindical João Guilherme Vargas Netto participarão de uma mesa-redonda para debater o tema “Engenharia e desenvolvimento nacional: o protagonismo no enfrentamento da crise”.

Pela parte da tarde, o professor doutor da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), Antônio Corrêa de Lacerda, ministrará a palestra “Colocar a economia no rumo do crescimento” e o diretor do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap), Antônio Augusto de Queiroz, abordará sobre “Preservar direitos e valorizar o trabalho”. No sábado pela manhã (26), será realizada a Plenária do movimento “Engenharia Unida”, com a discussão e aprovação da redação da Carta de Barra Bonita, documento com propostas de ação e mobilização.

Na opinião do presidente do Crea-AM, iniciativas dessa natureza  são de extrema importância para o futuro da Engenharia no País, em suas diversas modalidades, e tem o total apoio do Conselho, no Amazonas, que tem atuado no sentido de lutar em prol dos profissionais, dentro de sua esfera de abrangência.

Engenharia Unida

O movimento, lançado na solenidade de posse da nova Diretoria da FNE, no dia 28 de março deste ano, visa formar uma massa crítica para fomentar a participação da categoria em diálogos com as entidades, empresas, governantes, profissionais e a sociedade em geral.

Um de seus desafios é manter a categoria unida, forte, qualificada e com grande relevância para superar a atual crise. Para isso, luta pela garantia dos direitos, valorização e reconhecimento da engenharia nacional como mola propulsora do desenvolvimento e dos profissionais da área tecnológica como fundamentais para construção de um país melhor.

Fonte: Crea-AM

Compartilhe essa postagem:

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.