Mútua participa do lançamento da Frente Parlamentar Mista da Engenharia, Infraestrutura e Desenvolvimento Nacional

Também no âmbito dos trabalhos relativos ao acompanhamento de projetos que tramitam no legislativo, foi realizado o II Workshop das Assessorias Parlamentares do Sistema


Deputados, senadores e lideranças do Sistema durante o lançamento da Frente Parlamentar

A mobilização do Legislativo federal em torno de matérias relacionadas à Engenharia e à infraestrutura, visando colocar em evidência os desafios que o país enfrenta para voltar a crescer é o papel da recém-criada “Frente Parlamentar Mista da Engenharia, Infraestrutura e Desenvolvimento Nacional”, que tem o apoio do Sistema Confea/Crea e Mútua.

Com a presença de representantes da área tecnológica de todos os estados, lideranças do Sistema Confea/Crea e Mútua, diretores da Mútua, presidentes de Creas, além de dirigentes de entidades de classe e parlamentares, a solenidade de instalação do grupo foi realizada na manhã dessa terça-feira (22), na Câmara dos Deputados.

Abertura solene do II Workshop Nacional das Assessorias Parlamentares do Sistema; presença do diretor de Benefícios da Mútua (primeiro, à esquerda)

Em consonância com o lançamento da Frente, o Confea realizou segunda e terça-feira, em Brasília, o II Workshop Nacional das Assessorias Parlamentares do Sistema, reunindo os profissionais dos Creas, da Mútua e do próprio Conselho Federal que atuam na área. O diretor de Benefícios da Mútua, eng. civil Jorge Silveira, acompanhou o início dos trabalhos do evento e elogiou a iniciativa. “Este é um evento de grande relevância, pois é muito importante que o Sistema tenha essa proximidade com o legislativo e com os parlamentares. Com a participação dos assessores dos Creas tivemos uma preparação para esse grande lançamento da Frente Parlamentar, que está a cargo do deputado Ronaldo Lessa”, comentou. O assessor parlamentar da Mútua, Pablo Kraft, também participou do Workshop.

Já nesta terça-feira, quem representou a Mútua na Câmara dos Deputados foi o diretor de Tecnologia, Marcelo Morais. Para ele, esse momento representou mais uma oportunidade que a comunidade da Engenharia brasileira – na qual está inserida a Mútua, o Confea, os Creas, entidades de classe e instituições de ensino -, tem para discutir os problemas e propor soluções para o desenvolvimento regional e nacional. “Somos nós, engenheiros, que temos o conhecimento técnico para fazer com que a engrenagem do desenvolvimento do país volte a rodar. As manifestações dos parlamentares presentes, como o presidente da Frente Parlamentar, deputado Ronaldo Lessa, e a deputada Luciana Santos, mostram que estamos construindo uma parceria para realmente ajudar o país a sair da recessão”, apontou.

O lançamento da Frente Parlamentar Mista de Engenharia, Infraestrutura e Desenvolvimento tem a finalidade de buscar soluções práticas, considerando as atribuições do Parlamento, para os gargalos que o país enfrenta, de forma a acelerar a adoção de medidas que possam garantir a retomada de um ciclo de expansão econômica que viabilize empregos, renda e melhoria da infraestrutura.

Ao final da tarde, Marcelo Morais ainda esteve no Confea para o encerramento do Workshop das Assessorias Parlamentares, momento em que as conclusões e propostas elencadas durante os dois dias de evento puderam ser conferidas. Também, mais uma vez, as lideranças das instituições Sistema reforçaram a importância do trabalho das Assessorias Parlamentares, que fazem o monitoramento e estudos de projetos ligados à área, não somente que impactam o próprio Sistema, mas que interferem nas profissões da área tecnológica e que têm relação entre a Engenharia e a sociedade brasileira.


Lideranças de instituições do Sistema referendam a importância do trabalho das Assessorias Parlamentares; à esquerda, o diretor da Mútua, Marcelo Morais

Fonte: Gecom/Mútua (com informações de outras instituições do Sistema)

Fotos: Confea

Compartilhe essa postagem:

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.