Primeiros contratos da faixa 1,5 do Minha Casa Minha Vida são assinados

Modalidade prevê subsídios de até R$ 45 mil a famílias com renda mensal bruta de até R$ 2.350

O Ministério das Cidades assinou na última quarta-feira (9) os primeiros contratos da faixa 1,5 do programa Minha Casa Minha Vida (MCMV). Inicialmente, foram firmados 24 contratos, que correspondem a 2.674 unidades habitacionais nos estados de Goiás, Alagoas, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pernambuco, Rio Grande do Sul e São Paulo. O investimento previsto é de R$ 298,4 milhões.

A Faixa 1,5 do programa é direcionada a famílias com renda mensal bruta de até R$ 2.350 e que possuem capacidade de comprometimento de renda. Ela oferece um subsídio superior ao da Faixa 2 e atende aqueles que não conseguem comprar um imóvel nessa faixa.

Na modalidade, o subsídio pode chegar até R$ 45 mil, conforme renda e localização do imóvel, além de juros reduzidos para financiamento com recursos do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), de 5% a.a. A previsão, segundo o Ministério das Cidades, é de contratar 40 mil unidades até o fim do ano.
O investimento previsto pelo governo na faixa 1,5 é de R$ 3,8 bilhões, sendo R$ 1,4 bilhão em subsídios (R$ 1,26 bilhão do FGTS e R$ 140 milhões do Tesouro Nacional) e outros R$ 2,4 bilhões em financiamentos do FGTS.

Fonte: http://construcaomercado.pini.com.br/

Compartilhe essa postagem:

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.