Energia elétrica fica 4,61% mais cara para consumidores residenciais

A partir do próximo sábado (22/10), os consumidores residenciais e os pequenos comércios do Distrito Federal terão acréscimo de 4,61% na fatura de energia elétrica. Os industriais e grandes estabelecimentos comerciais como shopping centers pagarão 1,04% a mais. O aumento foi aprovado nesta terça-feira (18/10) pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e faz parte da revisão tarifária anual da Companhia Energética de Brasília (CEB). Na média entre alta e baixa tensão, o reajuste será de 3,42%.

As contas com o valor a mais virão para 1,024 milhão de unidades, sendo que mais de 90% delas são residências e comércios. Para a composição da fatura do próximo mês, a empresa vai mesclar os dias com e sem aumento. Por exemplo, se a medição ocorre dia 25, o consumidor vai pagar três dias de acréscimo.

O reajuste deste ano é menor do que o de exercícios anteriores. Em 2015, o consumidor teve acréscimo de 18,36% na tarifa ordinária, mais 24,1% na extraordinária, em um total de 46,88% de aumento. Segundo a CEB, uma das explicações para o índice mais baixo é a inclusão das bandeiras tarifárias, o que contribuiu para diluir o aumento ao longo dos meses.

Fonte: http://blogs.correiobraziliense.com.br/

Compartilhe essa postagem:

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.