Aneel adia leilão de transmissão de energia para 28 de outubro

Leilão estava previsto para ocorrer inicialmente em 2 de setembro. Serão oferecidos 24 lotes de linhas em 10 estados.

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) adiou para 28 de outubro o leilão de transmissão que estava previsto para ocorrer no dia 2 de setembro. A decisão foi tomada pela diretoria da agência em reunião nesta terça-feira (27). No leilão, que acontecerá na BM&FBovespa, em São Paulo, serão oferecidos 24 lotes de linhas de transmissão. Essa rede vai passar por 10 estados: Bahia, Ceará, Goiás, Espírito Santo, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí e Rio Grande do Norte.

Somadas, essas linhas terão 6,8 mil quilômetros e vão servir para reforçar a rede nacional que transporta a eletricidade produzida pelas usinas (hidrelétricas, térmicas, eólicas). A previsão da Aneel é que serão investidos R$ 12,6 bilhões na construção dessas novas linhas e que elas devem entrar em operação num prazo de até 60 meses após a assinatura dos contratos, em fevererio de 2017.

No leilão, o vencedor de cada lote será o grupo que se dispuser a receber a remuneração mais baixa pela construção e operação da linha de transmissão em relação ao valor teto, fixado pela Aneel em R$ 2,6 bilhões anuais. No edital anterior, esse teto era mais baixo: R$ 2,3 bilhões anuais.

A Aneel adiou o leilão para reformular as condições e torná-lo mais atrativo. Parte dos lotes que fazem parte dele já havia sido oferecida em outros certames, mas não foi arrematada. Além disso, a data anterior do leilão (2 de setembro) coincidia com o período final do processo de impeachment de Dilma Rousseff.

 

Fonte: http://g1.globo.com/

Compartilhe essa postagem:

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.