Resultados de pesquisa realizada na Soea são apresentados no Confea


Paulo Guimarães, diretor-presidente da Mútua (segundo a partir da direita), na mesa de condução dos trabalhos da Plenária. Ainda no dipositivo, o coordenador da Câmara Especializada de Engenharia Industrial, Waldimir Teles Filho, o presidente do Crea-RN e coordenador do Colégio de Presidentes, Modesto Ferreira, o presidente do Confea, José Tadeu, e o corrdenador do Colégio de Entidades, Jorge Nei Brito

Uma pesquisa sobre a Mútua, seus benefícios e atendimento foi realizada durante a 73ª Semana Oficial da Engenharia e da Agronomia (Soea), em Foz do Iguaçu (PR), no início do mês. Realizada por meio de mensagem de celular, o questionário aferiu o número de profissionais participantes do evento que eram associados da Mútua, qual a avaliação dos benefícios e serviços oferecidos, quais outros produtos a Caixa de Assistência deveria disponibilizar aos associados, ente outras questões.

Destaque para o resultado da avaliação dos produtos e serviços oferecidos pela Mútua: 91,8% das pessoas que responderam a pesquisa atribuíram notas 4 e 5 para este quesito, em uma escala de 1 a 5. Esses e outros números da pesquisa foram apresentados na manhã dessa quarta-feira (21), durante a abertura da 1433ª Sessão Plenária Ordinária do Confea.

Paulo Guimarães, diretor-presidente da Mútua, foi quem repassou os dados aos conselheiros e às lideranças presentes, enfatizando a satisfação de toda a Diretoria Executiva da Mútua ao receber uma resposta positiva como essa com relação ao trabalho quem vem sendo realizado há pouco mais de um ano, quando assumiu a atual gestão. Ainda sobre a pesquisa, Paulo Guimarães informou que 68,8% das respostas foram de profissionais já associados à Mútua e 31,2% de não associados.

Do percentual de mutualistas, 27,8% são inscritos na Caixa de Assistência entre 2 e 5 anos e 20% entre 6 e 15 anos. Questionados a respeito do interesse acerca dos benefícios e demais serviços e produtos que a Mútua trabalha, os profissionais afirmaram que, em primeiro lugar, buscam a Caixa de Assistência a procura dos benefícios reembolsáveis (35%), depois, para contratar planos de saúde (27,5%) e, em terceiro e quarto lugares, previdência complementar e benefícios sociais, 22,7% e 14,8, respectivamente.

Esses números são o reflexo da história da Mútua pois, desde a sua criação, há 39 anos, a Instituição oferece benefícios reembolsáveis, o que justifica aparecerem como os serviços mais procurados pelos associados. Contudo, uma análise dos demais itens mostra que os projetos mais recentes, que passaram a ser disponibilizados pela Mútua nos últimos dez anos, como previdência complementar e plano de saúde representam, juntos, 50,2% da demanda dos mutualistas.

Buscando trabalhar sempre em consonância com às necessidades dos associados, a Mútua ainda aproveitou a pesquisa para saber quais outros produtos deveria disponibilizar. Com 35,8% das respostas aparece a opção “seguros”, com 26,6% o item “consórcios” e, na sequência, “planos odontológicos”. Por fim, o levantamento ainda perguntou se o participante indicaria a Mútua para outro profissional. Um percentual bastante expressivo, de 98,9%, mostrou que os profissionais confiam na Mútua e em seu trabalho, pois sugeririam aos colegas que se tornassem mutualistas.


O diretor de Benefícios da Mútua, Jorge Silveira (segundo a partir da esquerda) acompanhou a Plenária ao lado de gestores da Mútua

Relatório

As demais informações e os dados rotineiros que a Mútua sempre apresenta na Plenária do Confea também tiveram lugar na fala do presidente da Instituição. Ele pontuou as ações institucionais realizadas no período, como a participação da Mútua na Soea e a reunião da Comissão Organizadora do evento, ocorrida em Belém (PA), cidade que sediará a Semana Oficial do ano que vem.

“No dia 13 de setembro nos reunimos para a avaliação da 73ª edição (deste ano) e início das tratativas da 74ª Soea (2017). Também realizamos visita técnica ao possível local de realização da Soea em Belém. A cidade oferece toda a estrutura necessária para o Congresso”, comentou Paulo Guimarães, que completou afirmando que a Semana Oficial de 2017 será especial para a Mútua, pois é o ano em que a Caixa de Assistência completará 40 anos. As estatísticas e balanços da área financeira complementaram a exposição do presidente da Mútua.


Plenário: conselheiros conheceram os resultados da pesquisa da Mútua

Três conselheiros federais solicitaram a palavra durante a apresentação para agradecer publicamente o apoio que a Mútua dispensa às iniciativas da área tecnológica. Daniel Salatti externou agradecimentos pela parceria com a Mútua para a realização do Contecc 2016, já antecipando que a Comissão Organizadora do Congresso espera o mesmo apoio para a edição de 2017 – e, também, destacou o apoio da Mútua ao XII Congresso Paulista de Agronomia.

Já o conselheiro Alessandro José Macedo Machado parabenizou a Mútua por sua participação na 73ª Soea e pelo ótimo atendimento oferecido aos participantes do evento. A importante parceria que a Mútua recentemente firmou com o Senge-MG para oferta de vagas gratuitas em cursos de qualificação profissional foi destacada pelo conselheiro João José Magalhães Soares, citando o curso sobre “Gestão de Obras e Serviços de Engenharia no Setor Público” que começará no dia 26 deste mês, com duas vagas por estado destinadas a associados da Mútua.


Com os gerentes do Confea, Cláudio Calheiros e Jari de Castro, o diretor financeiro da Mútua, Gerson Taguatinga (ao centro), também assistiu a apresentação do relatório 

 

 

Fonte e fotos: Gecom/Mútua

Compartilhe essa postagem:

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.