Novas parcerias para a Mútua são discutidas em reuniões com instituições de ensino e entidades de classe de SP

Paulo Guimarães, Geraldo Caixeta, Fernando Gentile, Mário Monteiro, Renato Franco, José Roberto Paolillo e Gustavo Freitas

Paulo Guimarães, Geraldo Caixeta, Fernando Gentile, Mário Monteiro, Renato Franco, José Roberto Paolillo e Gustavo Freitas

Nesta semana, os diretores da Mútua, eng. civil Paulo Roberto de Queiroz Guimarães (diretor-presidente) e eng. civil Jorge Silveira (diretor de Benefícios), cumpriram agenda de reuniões em São Paulo com instituições de ensino e entidades de classe, visando estabelecer novas parcerias para a Caixa de Assistência e, também, discutir assuntos ligados aos novos projetos da Instituição, Jovem Engenheiro e de bolsas de estudo. O assessor de Benefícios, Gustavo da Silva Freitas, acompanhou os diretores nas reuniões.

USF abriu a agenda de reuniões

Paulo Guimarães foi recebido na Universidade São Francisco – Campus Campinas, unidade Swift – pelo diretor da Instituição e eng. mec. Fernando César Gentile e pelos coordenadores de cursos da área tecnológica Renato Franco de Camargo (Engenharia Civil), Geraldo Caixeta (Engenharia Elétrica), Mário Monteiro (Engenharia de Produção) e José Roberto Paolillo Gomes (Engenharia Ambiental e Sanitária). O grupo conversou na segunda-feira (8) sobre as propostas da Mútua, tendo perspectivas de uma parceria para desenvolvimento do projeto de bolsas de estudos na USF.

Paulo Guimarães explicou que o programa ainda está em desenvolvimento e que a Mútua tem interesse em conhecer o modelo e os critérios adotados pela USF para concessão de bolsas. “A Lei 6496, que autorizou a criação da Caixa de Assistência, define que um dos objetivos da entidade é a concessão de bolsas de estudos, de forma reembolsável, para filhos de associados e para estudantes carentes dos cursos da área tecnológica. Esse é um projeto primordial e muito relevante por ser um incentivo à educação. Neste momento de crise econômica, nossas bolsas de estudo poderão ajudar na formação de novos profissionais”, destacou.

Fernando Gentile acredita que novos projetos da Mútua podem beneficiar tanto o Sistema Confea/Crea e Mútua como a São Francisco. “As instituições de ensino precisam também desenvolver nos alunos esse espírito empreendedor e um dos projetos que discutimos traz essa ideia. A questão das bolsas de estudo para alunos carentes também é muito importante porque, tanto a Mútua quanto a São Francisco, além de suas funções principais, têm funções sociais. Ao ajudar um aluno que, em um determinado momento, está em situação de risco a concluir seu curso e posteriormente ter sua vida profissional, estaremos cumprindo essa nossa função social que é tão importante”, ressaltou.

Divulgação da Mútua pela FNE

Mútua e FNE: fortalecer a parceria

Mútua e FNE: fortalecer a parceria

Já na capital paulista, na terça-feira (9), os diretores da Mútua estiveram com o presidente da Federação Nacional de Engenheiros (FNE) e o presidente do Sindicato dos Engenheiros de São Paulo (Seesp), eng. eletric. Murilo Celso de Campos Pinheiro. Paulo Guimarães e Jorge Silveira reforçaram a importância da parceria com entidade, solicitando que as ações conjuntas entre as duas instituições possam ser ampliadas. Uma das ideias é que a FNE passe a divulgar em seu site o link da página eletrônica da Mútua.

Os diretores da Caixa de Assistência também falaram sobre os projetos da Mútua, como o SisART (programa de gerenciamento nacional das Anotações de Responsabilidade Técnica). Murilo Celso parabenizou a Diretoria Executiva da Mútua pelo trabalho que vem realizando e disse que a Federação também tem interesse em fortalecer a parceria. “Acredito muito nessa Diretoria da Mútua. Vocês têm trabalhado de uma forma revolucionária, com credibilidade e têm minha confiança. Contem comigo em seus projetos, estamos juntos”, disse.

Uma parceria da Mútua com Instituto Superior de Inovação e Tecnologia (Isitec), criado pelo Seesp em 2015, também esteve na pauta da reunião. Murilo Celso destacou que a escola de inovação é a única da América Latina e que o Seesp deu o start, mas que a iniciativa é muito mais ampla. “É nossa contribuição para a sociedade. Estamos formando profissionais de excelência”, avaliou.

Sindicato dos Tecnólogos e Abedute recebem a Mútua

Fechando a programação da terça-feira, foi realizada reunião com os presidentes do Sindicato dos Tecnólogos de São Paulo e da Associação Brasileira de Educação Tecnológica (Abedute), tecgo. José Paulo Garcia e tecgo. Décio Moreira, respectivamente. Também com o objetivo de ampliar a parceria da Mútua com as entidades, os diretores se colocaram à disposição e reiteraram que esse contato é fundamental para a Caixa de Assistência estar mais próxima dos profissionais.

Diretores da Mútua receberam dos presidentes do Sindicato e da Abedute exemplar da revista Tecnólogo. Publicação tem o apoio da Caixa de Assistência

Diretores da Mútua receberam dos presidentes do Sindicato e da Abedute exemplar da revista Tecnólogo. Publicação tem o apoio da Caixa de Assistência

“É uma realidade que no quadro associativo da Mútua temos um pequeno percentual de tecnólogos. Precisamos intensificar nossas ações junto a esses profissionais, mostrando como a Caixa de Assistência pode contribuir com seu desenvolvimento e sua qualidade de vida”, ponderou o diretor de Benefícios, Jorge Silveira. Garcia e Moreira, que são associados da Mútua, salientaram que é inegável a relevância da Caixa de Assistência e que já vem trabalhando em parceria com a Mútua-SP na divulgação da Instituição. “Temos no nosso site o link do site da Mútua e sempre publicamos anúncios em nossa revista. De fato, os profissionais precisam entender a importância da Mútua”, reconheceu o presidente do Sindicato dos Tecnólogos. Já o dirigente da Abedute informou que serão analisados os novos projetos da Mútua para verificar como as entidades e a Caixa de Assistência podem intensificar as parcerias.

Diretor de benefícios se reúne com a Caixa-SP

Jorge Silveira esteve na quarta-feira (10) na Sede da Mútua-SP para reunião com os diretores regionais eng. agr. Pedro Shigueru Katayama, eng. civil Egydio Angerami Filho e eng. agr. Aldo Leopoldo Rossetto Filho. Foram discutidas demandas pontuais da Regional, como adequação dos planos de saúde oferecidos no estado, problemas na emissão e envio de boletos aos associados, aquisição de material de divulgação institucional, sugestões de alterações nos regulamentos de concessão de benefícios, aumento do orçamento para convênios com entidades, entre outros.

Reunião com Mútua-SP: demandas do estado

Reunião com Mútua-SP: demandas do estado

A Diretoria Regional avalia que esses pontos são fundamentais para o contínuo aperfeiçoamento de suas atividades, mas que os resultados da gestão já se mostram muitos positivos. Em um ano e meio a Caixa passou de 3.735 mil associados para 6.333 mil, a taxa de inadimplência tem se mantido baixa e estável e cresceu o número de recursos concedidos aos profissionais. Campanhas de divulgação junto às entidades de classe e de migração dos sócios institucionais e RT corporativos para a categoria Contribuinte estão sendo realizadas pela Regional.

Crub e Mackenzie: parcerias

O último compromisso dos diretores da Mútua na capital paulista, ainda na quarta-feira (10), foi uma reunião com o reitor da Universidade Presbiteriana Mackenzie de São Paulo e presidente Conselho de Reitores das Universidades Brasileiras (Crub), eng. eletric. Benedito Guimarães Aguiar Neto. Também participou do encontro, a diretora da escola de Engenharia da Universidade, prof. e eng. quím. Leila Figueiredo de Miranda.

Na ocasião, foram apresentados os projetos da Mútua de bolsa de estudos, Jovem Engenheiro, Mútua Premia e Prêmio Mútua de Empreendedorismo. O reitor da Mackenzie, muito entusiasta dos temas inovação e empreendedorismo, disse que a parceria com a Mútua certamente será sucesso, e que a Instituição está à disposição da Caixa de Assistência. “Podem contar com nosso total apoio. Estamos em um momento muito oportuno para o desenvolvimento desse tipo de projeto. Temos que incentivar oportunidades empreendedoras em todo o país”, afirmou.

Jorge Silveira, Paulo Guimarães, Benedito Neto e Leila Miranda

Jorge Silveira, Paulo Guimarães, Benedito Neto e Leila Miranda

Diversas ações dessas áreas já são desenvolvidas pela Universidade, como a inclusão da disciplina Empreendedorismo na grade curricular dos 42 cursos oferecidos pela Instituição, o trabalho do Centro de Pesquisa em Engenharia e do Centro de Pesquisas em Liberdade Econômica, entre outros grupos de estudos, e a realização da Mack Inova – Feira de Ideias e Inovações Mackenzie. O evento tem foco na sustentabilidade e inovação, e é composto pelos melhores projetos dos alunos sócios das empresas incubadas pelo Mackenzie. Pontos como originalidade, criatividade, sustentabilidade e impacto social ou econômico são levados em consideração na escolha dos projetos. A Mútua foi convidada para participar da edição deste ano da Feira, que será realizada em novembro.

Fonte e fotos: Gecom/Mútua

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.