Evento marca largada oficial do 8º Fórum Mundial da Água

Na próxima semana, Brasília recebe o Kick-off Meeting, que representa o início das discussões do fórum de 2018 na capital federal

ibram 21_06Durante dois dias de programação, representantes de diversos países estarão em Brasília para debater os processos que antecedem o 8º Fórum Mundial da Água. O encontro global ocorrerá em março de 2018, mas a proposta do Kick-off Meeting, reunião que ocorre em 27 e 28 de junho no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, é coletar ideias inovadoras na área dos recursos hídricos para fomentar a agenda do fórum, que terá o tema Compartilhando Água.

O objetivo do comitê organizador é, principalmente, sensibilizar os participantes sobre a relevância do assunto e envolvê-los nos preparativos para 2018.  “É o momento de escutar os interessados no tema”, resume o diretor-presidente da Agencia Reguladora de Águas, Energia e Saneamento (Adasa), Paulo Salles. “Vamos ouvir, sugerir e discutir propostas sobre o que será debatido no fórum”, afirma.

Durante dois dias, cerca de 500 participantes discutirão, em sessões plenárias e em reuniões específicas, as propostas apresentadas pela comissão organizadora. No fim do evento, as opiniões serão avaliadas pelo grupo, que elaborará uma programação prévia do 8º Fórum Mundial da Água. “Em 2017, haverá um novo encontro para avaliar o que foi definido depois do Kick-off Meeting”, adianta o diretor-presidente da Adasa.

500 representantes de vários países virão a Brasília para o Kick-off Meeting do 8º Fórum Mundial da Água

Salles explica que os temas pré-definidos seguem os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas, um conjunto de metas internacionais definidas em 2015 que devem ser atendidos até 2030.

Resultados do Fórum de Daego

Os selecionados para o evento da próxima semana farão parte de grupos divididos em: temático, que debaterá os assuntos abordados no fórum; político, que reunirá governantes e parlamentares na discussão de estratégias que envolvam a água; regional, que dissertará sobre as perspectivas locais em várias partes do mundo; e sustentável, que abordará o uso consciente dos recursos hídricos.

Outro objetivo das reuniões é compartilhar os resultados da última edição do fórum internacional, que ocorreu em Daego, na Coreia do Sul, em 2015.

Fonte: http://www.ibram.df.gov.br/

Compartilhe essa postagem:

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.