Mútua realiza VII Corrida e Caminhada do Engenheiro no Pará

Vencedores da categoria Engenheiro, feminino

Vencedores da categoria Engenheiro, feminino

O domingo do Dia dos Namorados (12) foi marcado por um clima de muita animação e prática de atividades físicas em Belém do Pará. A Caixa de Assistência dos Profissionais do Crea e sua regional no Pará promoveram, em parceria com o Clube dos Engenheiros do Estado, a VII Corrida e Caminhada do Engenheiro. Por conta das obras de revitalização do parque do Utinga, esta edição da já tradicional corrida foi realizada em percurso alternativo, com a largada no parque e trajeto em seu entorno, no bairro João Paulo II, e constituído de 8km para corrida e 5km para caminhada.

Vencedores da categoria Engenheiro, masculino

Vencedores da categoria Engenheiro, masculino

Os corredores se classificaram em três categorias: engenheiros, acadêmicos e comunidade. Todos os inscritos que completaram a prova receberam medalhas. Já os três primeiros colocados em cada categoria nos grupos feminino e masculino foram ao pódio, onde receberam material da Mutua-PA e premiação em dinheiro nos valores de R$300 para o 1º colocado, R$200 para o 2º e R$100 para o 3º colocado. Os líderes do pódio receberam, ainda, troféu de honra pelas marcas alcançadas.

Ruy Moraes, Gilmário Drago e Ana Maria Faria

Ruy Moraes, Gilmário Drago e Ana Maria Faria

Foram ao pódio, também, os três primeiros colocados dentro das subcategorias de faixa etária: de 15 a 29 anos, 30 a 49 e de 50 a 99 anos. Foram prestigiados todos os vencedores por faixa de idade dentro das três categorias principais, feminino e masculino. Antes da largada, dada às 6h00 da manhã em ponto, foi realizada a solenidade de hasteamento das bandeiras. Participaram do ato a diretora-geral da Mútua-PA, Ana Maria Pereira de Faria, e os membros da Diretoria do Clube de Engenharia do Estado do Pará, Gilmário Drago – que também é diretor administrativo da Mútua-PA -, e Ruy Moraes da Cruz Rego.

Para a diretora da Caixa-PA o evento foi um sucesso e tende a melhorar a cada ano. Nesta edição, afirmou, já foi possível perceber o diferencial por parte dos próprios competidores, que priorizaram a limpeza do local da prova, além de promoverem um clima leve e de confraternização do evento. “Esse é o nosso maior objetivo, promover como benefício social a qualidade de vida, a prática de esportes e o bom convívio com a natureza, não só para nossos associados, mas para toda a comunidade local”, enfatizou.

Reforçando a preocupação ambiental, a organização da corrida anunciou durante todo o evento a realização da coleta seletiva do material utilizado na prova, além da doação de placa de sinalização para uma das trilhas do Parque, com reinauguração prevista para 2017. O presidente do Clube de Engenharia, Gilmário Drago, afirmou que a realização do evento, especialmente com todo o apoio dado pela Mútua, agrega muito aos profissionais e entidades de classe do Sistema, pois ajuda a consagrar perante a sociedade a importância da classe, além de promover a integração entre acadêmicos e profissionais, o que contribui para a formação de engenheiros cada vez mais competentes.

Equipe da Mútua, da direita para esquerda: Ana Maria Faria, diretora-geral da Mútua-PA, Adilena Rodrigues, Helen Costa e Gabriela Santos, colaboradoras da Regional, e Genelson Almeida, da sede

Equipe da Mútua, da direita para esquerda: Ana Maria Faria, diretora-geral da Mútua-PA, Adilena Rodrigues, Helen Costa e Gabriela Santos, colaboradoras da Regional, e Genelson Almeida, da sede

O evento contou com apoio do Instituto de Desenvolvimento Florestal e Biodiversidade Ideflor-Bio, que teve como competidor o seu diretor Wendell Andrade, levando o 2º lugar na categoria engenheiros acima de 39 anos. Foram apoiadores, ainda, o Crea-PA, o Governo do Estado do Pará, a Federação de Atletismo do Pará, a Unimed Pará, entre outras instituições.

Celebração do amor

O romance, é claro, não ficou de fora da corrida, que teve com slogan “Correr já é bom, correr com amor é bem melhor”, e por ser realizada em data tão emblemática concedeu descontos na inscrição de casais. Diversos deles marcaram presença na competição, tanto para praticar a modalidade corrida quanto a caminhada. O casal Janari Lameira Junior e Maria Benedita Alves eram um exemplo de atletas apaixonados. Iniciaram juntos a prática de corrida de rua há cerca de dois anos e, juntamente com os colegas de trabalho de um salão de beleza fundaram a Equipe Pink Hair Stilist.

Correr já é bom, correr com amor é bem melhor: Benedita e Janari

Correr já é bom, correr com amor é bem melhor: Benedita e Janari

Para eles, correr em casal proporciona um ânimo e uma satisfação a mais. “É muito bacana praticar esse tipo de atividade ao lado de quem amamos. É sempre um apoio, um incentivo a mais. E a comemoração na linha de chegada sempre mais gostosa”, conta Maria Benedita. O casal participou pela 3ª vez da corrida do engenheiro. “Sempre aguardamos ansiosos pela competição. Pra mim ela é uma das melhores de Belém, pelo diferencial do percurso. Todas as outas acabam caindo na mesmice pela escolha do local, mas esta nos proporciona um visual maravilhoso do parque durante toda a prova, o que dá aos atletas uma satisfação a mais”, ponderou Janari.

Pai, filho e amigo: SuperAção

Pai, filho e amigo: SuperAção

Mas nem só entre os casais o amor esteve presente. Outro belo exemplo de amor fraternal foi o dos atletas Valdivino Medeiros da Silva e seu filho Valdivino Medeiros da Silva Junior. Membros da equipe SuperAção, pai e filho se apoiam e complementam durante as provas. Vítima de paralisia cerebral, Junior é cadeirante desde a infância. E nas pistas de corrida, passou a ser o guia do pai, que por conta de uma doença degenerativa perdeu maior parte da visão. “Hoje eu sou as pernas do meu filho, e ele é os meus olhos”, emociona-se Valdivino pai, agradecendo também ao colega de equipe Ozias dos Santos, que sempre acompanha e auxilia a família nas competições.

Mútua Sede

Genelson, 35º colocado, cruzando a linha de chegada

Genelson, 35º colocado, cruzando a linha de chegada

Nesta edição da corrida, a Mútua Nacional encaminhou colaboradores para acompanhamento do evento. O objetivo, além do apoio, cobertura e divulgação, era proporcionar o conhecimento profundo da estrutura e funcionamento do evento para que ações semelhantes possam ser executadas em outros estados. O colaborador Genelson Nascimento foi um dos funcionários da Sede a acompanharem a corrida. Além de disputar a prova, alcançando a 35ª posição no ranking geral, Genelson participou de reunião nesta segunda-feira (13) com a Diretoria e colaboradores da Mútua-PA para o levantamento de dados sobre o evento. Os dados servirão de base para o desenvolvimento de um programa que levará eventos de promoção à prática de atividades físicas e hábitos saudáveis aos profissionais do Sistema de todo o país.

Confira a lista dos vencedores por categoria pelo site http://www.chiptiming.com.br/.

Fonte e fotos: Gecom/Mútua

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.