Diretor de Benefícios da Mútua apresenta no CEP-BA plano de ação da gestão

Jorge Silveira na apresentação da Mútua, no 9º CEP-BA

Jorge Silveira na apresentação da Mútua, no 9º CEP-BA

Profissionais da área tecnológica de toda a Bahia participaram, nos dias 10 e 11 de junho, do 9º Congresso Estadual de Profissionais (CEP-BA), organizado pelo Crea-BA e realizado no Hotel São Salvador, na capital baiana.  No sábado, o diretor de Benefícios da Mútua, eng. civil Jorge Silveira, apresentou aos profissionais algumas das propostas da atual gestão da Diretoria Executiva da Mútua, que deverão ser executadas até o final deste mandato, com objetivo de melhorar o relacionamento da Mútua com os profissionais e com o Sistema. “Vamos levar ao CNP a Mútua que queremos, não apenas focada em assistencialismo”, destacou Silveira.

Sempre tema de discussão entre profissionais, que questionam anuidade da Mútua, já que existe uma anuidade nos Creas, o diretor de Benefícios explicou detalhadamente que a Mútua não tem anuidade, o valor de R$130, fixo há mais de vinte anos, trata-se de um pecúlio, e o montante não fica com a Mútua, é depositado em uma conta para ser utilizado nas indenizações destinadas aos profissionais que se encontram em invalidez temporária, por exemplo, e à família, em caso de falecimento do associado. Entre as propostas que serão levadas ao CNP, citou ele, está a de que seja feito repasse de parte desse pecúlio direto para o Tecnoprev – previdência privada complementar da Mútua, para aqueles que tiverem interesse na adesão à previdência.

Carqueija, diretor da Mútua-BA, também falou aos presentes sobre a atuação da Caixa de Assistência. Detalhe no telão: a logo do projeto piloto Jovem Engenheiro

Carqueija, diretor da Mútua-BA, também falou aos presentes sobre a atuação da Caixa de Assistência. Detalhe no telão: a logo do projeto piloto Jovem Engenheiro

Com objetivo de estar mais próximo aos profissionais, a Mútua vem implementando alguns programas pilotos, de acordo com ideias e demandas que surgem de cada Regional. Entre os programas já iniciados e alguns com previsão para este segundo semestre estão: Mútua Itinerante, Valorização da ART, Capacitação Profissional, Jovem Engenheiro e Semana da Conciliação.

O diretor executivo destacou que a Bahia também conta um projeto piloto, já aprovado e em fase de licitação, que será aquisição de monitores de televisão a serem instalados nas 27 Inspetorias do Crea-BA. “Esta ideia foi abraçada pela Direx e estamos só dependendo da fase burocrática que é a licitação para aquisição desses equipamentos, que vai contar com vídeos curtos da TV Mútua que já existe e está em fase de implementação pela equipe de Comunicação da Instituição”. O diretor-geral da Mútua-BA, eng. agr. Joseval Carqueija, aproveitou a oportunidade para destacar que essa ideia surgiu de conversas  com fiscais e inspetores do Conselho e que foi prontamente aprovada pela Diretoria Regional.

As demais propostas da Mútua serão apresentadas por toda a Diretoria Executiva no CNP que será realizado após a 73ª Soea, nos dias 2 e 3 de setembro, em Foz do Iguaçu.

 Acompanhando o Congresso, Rubens de Mendonça (primeiro da segunda fileira)


Acompanhando o Congresso, Rubens de Mendonça (primeiro da segunda fileira)

Também presente ao CEP-BA, o diretor financeiro da Mútua-BA, eng. quim. Rubem Barros de Mendonça, além de diversos profissionais, conselheiros federais e regionais e dirigentes de entidades de classe.

Participação da Mútua no CEP também contou com atendimento aos profissionais

Participação da Mútua no CEP também contou com atendimento aos profissionais

Fonte e fotos: Mútua-BA

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.