Balanço positivo marca reunião preparatória para a conferência Água e Energia – novas abordagens sustentáveis

A troca de informações, o questionamento, sugestões e debate marcaram até o último minuto a reunião que, durante três dias, preparou lideranças da área tecnológica para a conferência sobre Água e Energia – novas abordagens sustentáveis, que o Sistema Confea/Crea realiza em julho.

Uma mesa formada pelos conselheiros federais Marcos Motta, Paulo Laércio, os palestrantes Augusto José Pereira Filho, Hélio Dias e Paulo Carvalho, comandou a última mesa-redonda programada.

No encerramento, no final da tarde de sexta-feira (6), José Tadeu da Silva, presidente do Confea, disse que “a reunião marca nova fase para o Conselho, diante do momento de dificuldades que o país atravessa”. Para ele, “é hora de união para colocar engenheiros na discussão e elaboração de políticas públicas, a fim de ajudar o país a se desenvolver”. Ele lembrou que nos países desenvolvidos, engenheiros compõem 70% das equipes que definem os programas a serem incrementados.

José Tadeu também defendeu mais investimentos em ensino e pesquisa, o diálogo com academia e setor empresarial e criticou o pregão eletrônico e o menor preço para obras de engenharia. 

Daniel Salati, conselheiro federal que coordenou os trabalhos da reunião, disse que  objetivo do evento foi alcançado: “estamos formando massa crítica para a conferência de julho”. Ele aproveitou para divulgar a ideia de realizar eventos semelhantes nos Creas com a participação de profissionais da própria região: “Temos profissionais de excelente qualidade país afora e temos que aprender com eles e dar espaço para que disseminem seus conhecimentos”.

 

Fonte: Confea

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.