Conheça os diferentes tipos de poços de petróleo e gás natural

Entre os inúmeros recordes que temos alcançado no pré-sal está a redução gradual do nosso tempo de perfuração de poços. Embora muitos acreditem que os poços são sempre perfurados da mesma forma, existem variados tipos de perfuração para diferentes finalidades.

Para descobrirmos novos campos ou jazidas de petróleo, por exemplo, precisamos coletar dados e avaliar a extensão das reservas por meio dos chamados poços exploratórios.

Conheça as principais diferenças entre os poços:

a) Poço pioneiro: é o primeiro poço perfurado quando buscamos petróleo e/ou gás natural;

b) Poço estratigráfico: fazemos esse tipo de perfuração para mapear dados geológicos das camadas de rocha e obter outras informações relevantes;

c) Poço de extensão ou delimitatório: esse tipo de poço é perfurado quando queremos ampliar ou demarcar os limites de uma jazida;

d) Poço pioneiro adjacente: perfuração que fazemos para descobrir novas jazidas em uma área adjacente a uma descoberta anterior;

e) Poço para jazida mais rasa: quando queremos testar se existem jazidas mais rasas do que as já descobertas numa determinada área;

f) Poço para jazida mais profunda: quando queremos testar se existem jazidas mais profundas do que as já descobertas numa determinada área;

Depois de todas as pesquisas e testes exploratórios nos poços pioneiros e adjacentes, quando nos certificamos de que uma descoberta tem viabilidade econômica, passamos para os seguintes tipos de poços:

g) Poço de produção ou desenvolvimento: é com esse tipo de poço que drenamos o petróleo de um campo;

h) Poço de injeção ou injetor: para aumentar ou melhorar a recuperação de petróleo e gás natural de um reservatório, injetamos fluidos como água e gás.

i) Poço especial: para quaisquer outros tipos de poço.

Outras classificações:

Entre as outras classificações para os poços de petróleo está a direção da perfuração, que se subdivide da seguinte forma:

j) Poço vertical: nesse tipo de perfuração, a sonda e o alvo (ou objetivo) estão na mesma reta vertical;

k) Poço direcional: qualquer poço em que a perfuração não é feita na vertical;

l) Poço horizontal: é um tipo de perfuração feita na horizontal, especialmente para garantir um maior aproveitamento do petróleo.

Ou ainda outras formas de perfuração:

m) Poço repetido: quando, por algum motivo, precisamos perfurar novamente um poço, com os mesmos objetivos;

n) Poço partilhado ou multilateral: nesse tipo de poço, aproveitamos um poço já perfurado, ou parte dele, para objetivos diferentes; e

o) Poço desviado: quando precisamos desviar a trajetória da perfuração por causa de um obstáculo.

Outras características, como profundidade e diâmetro, são fundamentais para desenvolvermos e aplicarmos diferentes tipos de tecnologia. Continuamos testando, por exemplo, novas formas de monitoramento de sondas e variados fluidos para injeção, para aumentarmos a eficiência e reduzirmos os custos da exploração e produção de petróleo e gás natural.

 

Fonte: http://www.petrobras.com.br/

Compartilhe essa postagem:

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.