Profissionais querem criar a Academia Amazonense de Engenharia Civil

A ideia foi apresentada este mês ao presidente do CREA-AM, engenheiro civil Cláudio Guenka.

Um grupo de profissionais, incluindo professores de universidade, está estruturando uma proposta de criação da Academia Amazonense de Engenharia Civil, com sede em Manaus. A ideia foi apresentada neste mês de março ao presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Amazonas (Crea-AM), engenheiro civil Cláudio Guenka.

Pela proposta, a finalidade é criar um foro para a discussão de temas relevantes da profissão e da construção civil, com participação de notáveis da Engenharia local; guardar a memória da Engenharia Civil do Amazonas e prestar homenagens os profissionais e entidades que construíram e constroem a história da profissão no Estado.

“A ideia é envolver entidades ligadas ao setor da construção civil, instituições de ensino e profissionais notáveis da Engenharia Civil no Estado do Amazonas para a colaboração na criação da nova entidade; tão logo tenhamos essas contribuições, a expectativa é criar uma Comissão de Implantação que cuidará da formalização e personalidade jurídica da Academia de Engenharia e sua instalação”, explicou o idealizador do projeto, engenheiro civil Sebastião Robson Ferreira, gerente de Engenharia da Infraero para o Amazonas, Rondônia e Roraima, durante a reunião com o presidente do Crea-AM.

No encontro, também estavam presentes o superintendente geral do Conselho, engenheiro eletricista Luiz Augusto Maués; e a engenheira civil Daniela Fonseca de Morais, coordenadora de Orçamentos da Infraero. O presidente do Crea-AM, Cláudio Guenka, destacou a importância da proposta, a fim de também valorizar ainda mais o profissional dessa área, ressaltando o apoio institucional do Conselho para a concretização do projeto.

A engenheira Daniela Morais enfatizou que a instituição visa, inclusive, valorizar a comunidade acadêmica com a premiação de trabalhos técnicos que engrandeçam e contribuam para o avanço da Engenharia e do segmento da Construção Civil no Estado do Amazonas.

Sebastião Robson Ferreira comentou que a Academia Amazonense de Engenharia Civil possibilitará, ainda, o enriquecimento curricular dos profissionais membros e daqueles que serão reconhecidos pela entidade devido à importância e notoriedade profissional no campo da Engenharia Civil no Estado. Também solicitou que o Crea-AM indicasse, no momento oportuno, um representante para compor a Comissão de Implantação da entidade.

 

Fonte: Crea-AM

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.