Seminário de regularização fundiária do Crea-PI tem participação da Mútua

A formulação de alternativas e debates sobre a conjuntura fundiária foram itens pautados no IV Seminário Sobre Procedimentos e Regularização Fundiária, realizado pelo Crea-PI, na quinta-feira (17). O evento reuniu cerca de cem pessoas, entre profissionais e autoridades estaduais, no auditório da Universidade Federal do Piauí- UFPI, localizada no município de Bom Jesus.

Representando a Mútua-PI, o eng. civil Walterwilson Carvalho Leite, diretor administrativo da Instituição, compôs a mesa de honra do evento, junto com o presidente do Crea-PI, Paulo Roberto Ferreira de Oliveira. Também compuseram o dispisitivo o presidente da subsecção Bom Jesus da OAB-PI Bráulio Rodrigues, o juiz da Vara Agrária de Bom Jesus Heliomar Rios, o diretor geral do Instituto de Terras do Piauí  (Interpi) José Osmar, o superintendente da Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semar), Carlos Moura Fé, além do chefe da Inspetoria do Crea-PI em Bom Jesus, Alessandro Franco.

O evento, com apoio da OAB-PI,contou com a palestra “Retificações Extrajudiciais”, ministrada pelo presidente da Comissão de Direito Agrário, Fernando Chinelli, enquanto Heliomar Rios abordou as experiências do judiciário nessa conjuntura e Carlos Moura Fé esclareceu dúvidas acerca do Cadastro Ambiental Rural (CAR). Já o tabelião Asteclides Freitas, titular do Cartório de Bom Jesus e Ricardo de Araújo Costa Cunha que é analista de Reforma e Desenvolvimento Agrário do INCRA (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária), chefe do Serviço de Cartografia e presidente do Comitê de Certificação do INCRA no Piauí, apresentaram os trâmites processuais das instituições.

Os diversos benefícios assistenciais e a importância do papel exercido pela Mútua junto aos profissionais foram apresentados pelo diretor Walterwilson Leite, que convidou todos a conhecer a Caixa de Assistência, fazendo uma visita à sua Sede, em Teresina, ou mesmo através do site institucional. No ensejo, o diretor administrativo da Mútua-PI também parabenizou o Crea-PI e a OAB-PI pela iniciativa e a união de esforços nessa parceria de grande importância para a sociedade.

“Fico feliz com o sucesso do evento em cada município onde temos realizado, e com a presença de cada vez mais parceiros, pois temos ciência da relevância do tema. O Crea-PI estará sempre fomentando a área tecnológica com uma atuação proativa em área de interesse social dentro do que a nossa competência possa contribuir”, ressaltou o presidente do Crea-PI, Paulo Roberto. Wolteres Miranda, assessor de Relações Institucionais do Crea-PI também esteve presente e destacou a experiência do Conselho e as exigências legais para os procedimentos em debate no seminário, como a Anotação de Responsabilidade Técnica (ART), necessária para o registro cartorário.

A capital Teresina, além das cidades Campo Maior, Piripiri e Corrente também receberam o seminário em edições anteriores, dando consistência ao caráter amplo da proposta.


Walterwilson Leite

 

Fonte: Gecom/Mútua (com informações da Mútua-PI)

Fotos: Mútua-PI

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.