Pesquisador brasileiro cria projeto de recuperação ambiental em siderúrgicas

Pesquisa de Bruno Vidal, bolsista do CNPq, visa compensar gasto energético em reatores industriais

O pesquisador brasileiro Bruno Vidal, bolsista do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), desenvolveu uma tese de doutorado para ajudar a elevar a vida útil dos chamados refratários – materiais utilizados na produção de aço em grandes usinas siderúrgicas.

As panelas de aciaria são reatores industriais usados para o refino secundário do aço. Cada panela possui cerca de 90 toneladas de refratário e transportam cerca de 230 toneladas de metal liquido com temperaturas próximas à 1600 °C.

O projeto, intitulado "O Despertar do Gigante", foi desenvolvido para elevar o conhecimento sobre os refratários, com a finalidade de gerar subsídio técnico-científico para elevar o tempo de uso destes revestimentos, gerando benefícios ambientais, sociais e econômicos.

"Durante o processo de refino do aço ocorre simultaneamente processos de oxidação/corrosão/choque térmico do revestimento refratário, causando a redução da vida útil do revestimento e favorecendo a elevada geração de resíduo refratário. Cada panela gera ao longo de sua campanha cerca de 40 toneladas de resíduos refratários, sendo que cada panela possui um ciclo de vida de revestimento refratário de 100 ciclos de produção de aço em aciarias com ótimo desempenho", explicou Bruno.

Durante o período de desenvolvimento da tese, houve a produção e plantio de mais de 3.500 mudas de árvores nativas, implementação de duas hortas comunitárias agroecológicas na cidade de Lorena (SP), realização de diversas oficinas sustentáveis de formação em Permacultura (compostagem doméstica, sabão com óleo usado, recuperação da vida do solo, entre outros), formação ambiental por meio de vivências na Floresta de Lorena de mais de 200 crianças e de professores da rede municipal de Lorena.

 

Fonte: http://www.brasil.gov.br/

Compartilhe essa postagem:

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.