GDF libera R$ 6 milhões para pesquisas relacionadas ao Aedes aegypti

FAP quer desenvolver inseticidas, estudar a resistência do inseto, além da produção de vacinas e kits de diagnóstico

 

A Fundação de Apoio à Pesquisa (FAP-DF) liberou R$ 6 milhões para pesquisas relacionadas ao controle de doenças transmitidas pelo Aedes aegypti. O edital deve ser publicado nesta quinta-feira (11/3) no Diário Oficial do DF. A intenção é desenvolver estudos que auxiliem no combate estratégico do inseto.

O Executivo local quer desenvolver inseticidas, estudar a resistência do Aedes aos venenos, sorotipo circulante na cidade, produção de kits de diagnóstico, além do estudo de vacinas e desenvolvimento de drogas antivirais.

O período de submissão das propostas à FAP é de 16/3 a 28/4 e o valor máximo por projeto de pesquisa é de R$ 3 milhões.

Além de técnicos e estudantes, podem participar da equipe pesquisadores com vínculo empregatício ou funcional dos laboratórios e secretarias de estado do governo de Brasília, instituições de ensino ou pesquisa, públicas ou privadas e empresas de base tecnológica sediadas no DF.

 

Fonte: http://www.correiobraziliense.com.br/

Compartilhe essa postagem:

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.