Crea-AM participa de capacitação prática em canteiros de obra contra o Aedes aegypti


Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Amazonas (Crea-AM), em parceria com o Serviço Social da Indústria da Construção Civil de Manaus (Seconci-Manaus) e o Sindicato da Indústria da Construção Civil do Amazonas (Sinduscon/AM), realizou na última quarta-feira (02) novas visitas em canteiros de obras da capital, com o intuito de capacitar os trabalhadores da construção civil para o combate ao mosquito Aedes aegypti, vetor de doenças como a Dengue, Zika, Chikungunya e Febre Amarela.

O engenheiro agrônomo e de Segurança do Trabalho Wandecy Gomes, coordenador da Comissão de Relações Públicas do Conselho, e o engenheiro eletricista Carlos Alberto Figueiredo, conselheiro e secretário-adjunto do Crea-AM, representaram a autarquia nas últimas capacitações práticas, realizadas por pesquisadores e instrutores do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa) e da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa). 

Na ocasião, foram distribuídos panfletos orientativos, elaborados pelo Conselho, informando especificamente sobre os possíveis locais de proliferação de larvas do mosquito nos canteiros de obras e, com  isso, alertar os trabalhadores.

Estamos fazendo a nossa parte, divulgando no site e entre os profissionais e em empresas registradas a necessidade de participar de capacitações como essa; trata-se da saúde de todos”, declarou Figueiredo.

 Wanderli Pedro Tadei, pesquisador do Inpa, elaborou juntamente com a equipe do Laboratório de Malária e Dengue do instituto uma técnica capaz de evitar a proliferação das larvas: uma mistura de cal e cloro orgânico.

Segundo o pesquisador oito copos descartáveis (180 ml) de cal e dois copos de cloro são suficientes para cobrir um metro quadrado de área infestada por larvas do Aedes Aegypti. “Esta fórmula tem uma reação cáustica e mata imediatamente a larva e o mosquito adulto e o ovo não eclode”, diz.
 
Além de ensinar aos trabalhadores dos canteiros como realizar a mistura, os técnicos da Semsa ressaltaram a importância da formação de brigadas para que os trabalhos de prevenção possam ser regularmente acompanhados.

Na última semana, funcionários do Crea-AM também participaram de palestra e capacitação para atuarem como brigadistas na luta contra o mosquito Aedes aegypti. O engenheiro civil Cláudio Guenka, presidente do Conselho, destacou a necessidade de uma vigilância constante: “Cada um deve fazer a sua parte”.

 

Fonte: Crea-AM

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.