Projeto inédito disponibiliza modelos mais seguros de guarda-corpos e rodapés

 O Sesi-SC, a Fundacentro-SC e o Sinduscon de Florianópolis submeteram projeto intitulado “Desenvolvimento de sistema de guarda-corpo para proteção contra quedas de materiais e pessoas na Indústria da Construção Civil” ao Edital Sesi/Senai de Inovação Tecnológica 2014. O projeto foi aprovado e a comissão executiva, formada pelas três instituições proponentes, terá o período de março/2015 a outubro/2016 para concluir o trabalho.

O projeto pretende disponibilizar à sociedade trinta modelos de sistemas de guarda-corpo e rodapé. Para tanto, tais sistemas serão calculados, fabricados, ensaiados em laboratório, instalados e acompanhados em obra, de maneira que possa ser verificada sua facilidade de instalação, movimentação e retirada.

O projeto até o momento está trabalhando nos primeiros onze modelos de sistemas de guarda-corpo e rodapé, cujo desenvolvimento poderá ser acompanhado pelo blog que foi criado para este fim: http://guarda-corpomaisseguro.blogspot.com.br

Duvidas e Sugestões podem ser enviadas para o e-mail: guardacorpomaisseguro@gmail.com

Como você pode contribuir?

O motivo da criação do Blog foi de socializar os trabalhos e buscar contribuição de profissionais de todo o Brasil. Dessa forma você poderá participar de diversas maneiras:

· Enviando sugestões de modelos de sistemas de guarda-corpos e rodapé;

· Questionando critérios utilizados no dimensionamento;

· Contribuindo com sugestões em todas as fases do projeto;

· Divulgando o Blog para outros profissionais.

A definição inicial de uma quantidade menor de modelos (onze) objetivou ter alguns sistemas de guarda-corpo e rodapé para começar os trabalhos. Para os demais dezenove modelos que serão definidos em março/2016, certamente teremos diversas indicações de sistemas já utilizados ou propostas de guarda-corpos sugeridos pelos profissionais leitores do Blog. Assim, a participação dos profissionais de todo o Brasil é fundamental para o sucesso deste trabalho.

Os guarda-corpos desenvolvidos poderão ser usados por qualquer empresa do Brasil contribuindo para a melhoria das condições de trabalho e redução dos acidentes. Visite o blog e colaborem com a pesquisa.

 

Fonte: Crea-SC

 

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.