Crea-BA faz balanço da “Operação Carnaval”

A fiscalização do Crea-BA atuou na capital e em sete municípios do interior onde ocorreram a festa. Trios elétricos, camarotes e palcos de bairros foram alguns alvos da operação.

Após 13 dias da “Operação Carnaval do Crea-BA”, a equipe de fiscalização composta por 24 agentes, realizou ações nos circuitos e nos bairros onde aconteceram o carnaval. Além da central de vistorias de trios na capital, os agentes atuaram também em sete cidades do interior da Bahia. A operação teve como objetivo orientar profissionais e empresas promotoras e produtoras do evento quanto ao cumprimento correto da legislação e fiscalizar o cumprimento ético-legal no exercício das profissões vinculadas ao sistema.
Até às 17 horas desta quinta-feira (04/02), cerca de 75 veículos, entre trios elétricos, carros de apoio e alegóricos, já tinham sido vistoriados na central do carnaval que funciona até amanhã (05) no Parque de Exposições Agropecuárias da Bahia. A presença de um profissional habilitado á frente das montagens diminui os riscos de falhas mecânicas, incêndio, entre outros itens que são obervados durante as vistorias. Do mais simples aos mais complexos, os trios exigem de 5 a 15 profissionais responsáveis na sua estrutura, para garantir a segurança dos músicos, equipes e foliões.

No circuito Barra-Ondina foram fiscalizados 26 camarotes e três estúdios de TVs, além dos praticáveis onde funcionarão os postos de saúde, polícia militar e civil, vigilância sanitária, corpo de bombeiros entre outros órgãos. No Campo Grande dois camarotes e arquibancadas também passaram pela vistoria do Crea BA.
Além de ações de fiscalização nos circuitos, aconteceram ações ainda nos bairros de Cajazeiras, Itapoan, Pau Da Lima, Liberdade, Periperi, Plataforma, Jardim de Alah e Pelourinho.
“Em 2015, foram fiscalizados 165 equipamentos, 911 ARTs (Anotação de responsabilidade técnica), e foram emitidas 46 notificações. Nosso objetivo é fiscalizar o exercício profissional de engenheiros e técnicos, o que garante a segurança dos foliões”, explicou Marco Amigo, presidente do Crea-BA.
Além dos festejos na capital, o Crea-Ba também atuou na fiscalização das cidades do interior do estado, começando com a fiscalização das estruturas da "Lavagem da Esquina do Padre" em Guanambi (15/01) e da "Feijoada do Dadau" em Juazeiro, festas que abram os festejos de carnaval em suas cidades. Também foram realizadas fiscalizações em Bom Jesus da Lapa (Cinco Camarotes e Quatro Trios elétricos), Porto Seguro, Ilhéus ( Três Camarotes e cinco trios elétricos), Brejolândia e Correntina.

 

Fonte: Crea-BA

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.