Projeto de estudo para implantação do BRT é apresentado no Ciops

A empresa China Rail Way apresentou uma proposta de estudo para a implantação do modelo Bus Rapid Transport (BRT) na capital amazonense, e que já contemplaria as diretrizes contidas no novo Plano de Mobilidade Urbana, aprovado na Câmara Municipal em dezembro do ano passado. O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Amazonas (Crea-AM) foi representado na reunião pelo engenheiro agrônomo Wandecy Gomes Campos, conselheiro da autarquia.

A apresentação foi realizada no último dia 20, no Centro Integrado de Operações (Ciops). Ainda em estágio inicial, o estudo da empresa chinesa deverá envolver toda a cidade e a previsão é que seja concluído em maio deste ano.

Participaram da reunião os representantes do Crea-AM, Embratel, Prodam, Eletrobras, Prefeitura de Manaus e operadoras de telefonia móvel. Em uma das ideias apresentadas, de acordo com Wandecy Campos, as linhas sairiam da “Praça da Matriz”, no Centro de Manaus, e percorreriam bairros principalmente das zonas Leste e Oeste. Em pontos pré-definidos, as paradas para o embarque e desembarque de passageiros seriam climatizadas.

Outro ponto apresentado pelos chineses e que será estudado é a utilização das instalações onde hoje funciona a rodoviária de Manaus, localizada na rua Mário Ipiranga, em Flores, para a implantação de uma “central de operações”, que, entre outras funções, faria o monitoramento, por exemplo, da velocidade dos veículos do BRT por um sistema via satélite.

O intuito é que o projeto atenda, além do Plano de Mobilidade (PlanMob), as demandas da cidade pelo prazo de 35 anos, considerando inclusive a projeção de crescimento populacional e da frota de veículos.

 

Fonte: Crea-AM

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.