Crea-AM participa de reunião do Comitê Cidadão para discutir soluções técnicas para Manaus

O engenheiro civil Marco Aurélio de Mendonça representou o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Amazonas (CREA-AM) em reunião promovida na tarde do dia 18 pelo Comitê Cidadão. O objetivo dos encontros é propor medidas que possam melhorar o dia a dia do manauara e a prestação de serviços públicos.

Lançado em novembro do ano passado, o Comitê Cidadão não tem fins lucrativos e inicia agora suas atividades com foco no Plano de Mobilidade Urbana da capital. De acordo com o empresário e pastor Stanley Braga, membro do comitê, a intenção com as medidas é apresentá-las aos candidatos das eleições deste ano e buscar o compromisso dos mesmos com as soluções técnicas elaboradas pelo comitê.

Stanley Braga salientou a importância do CREA-AM nos debates, uma vez que o Conselho participou das discussões do Plano de Mobilidade (PlanMob) na Câmara Municipal de Manaus (CMM) e “que trará contribuições técnicas essenciais para essa ação”.

“Estamos correndo atrás de uma situação que deveria ter acontecido antes da lei ser sancionada, pois agora fica difícil fazer sugestões de alteração, mas o comitê tem um papel muito importante que é verificar de que forma se dará a implantação do Plano de Mobilidade, que tem prazo de 20 anos”, acrescentou Marco Aurélio de Mendonça.

Sandro Breval, professor da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e membro do comitê, iniciou as discussões apresentando alguns dados sobre logística urbana. “É preciso pensar na cidade como plano logístico, pois a logística urbana não se aplica apenas ao transporte de cargas, mas de passageiros também”, afirmou.

Alfredo Lopes, consultor do Centro da Indústria do Estado do Amazonas (Cieam), destacou as dificuldades de mobilidade no Polo Industrial de Manaus (PIM) e que não estão suficientemente contempladas no plano aprovado pela prefeitura. Ele questionou ainda a aplicação dos recursos provenientes de impostos federais no Distrito Industrial, que não estariam sendo direcionados para atender as principais necessidades de logística e infraestrutura do setor, citando como exemplo as ruas dessa região da capital. “A situação de ruas como a da ‘Buriti’, via de acesso a uma das maiores fábricas do PIM, é inadmissível”, comentou.

 

Mobilidade

Marco Aurélio de Mendonça, durante a reunião, lembrou que o CREA-AM teve uma proposta de emenda ao PlanMob aprovada por unanimidade na Câmara Municipal de Manaus, no mês de dezembro do ano passado, e se comprometeu a levar sugestões de pauta para as próximas reuniões: “Traremos situações técnicas para que possamos discutir melhor”.

Nesta primeira reunião com a participação da autarquia, estiveram presentes também lideranças religiosas, empresários e membros da sociedade civil organizada.

A próxima reunião está marcada para o dia 22 de fevereiro, na sede do Comitê Cidadão, localizado na Rua Jamary, 131, Vieralves.

 

Fonte: Crea-AM

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.