Construção Civil se mobiliza contra a dengue

Entidades da Indústria da Construção lançam campanhas para alertar e conscientizar o setor da importância de combater o mosquigto Aedes Aegypti nos canteiros de obras

A construção civil aderiu ao esforço que mobiliza o país para combater o mosquito Aedes aegypti e impedir o avanço da dengue e outras doenças  graves como o zika e a chikungunya. Sindicatos empresariais do setor iniciaram campanhas contra o mosquito e também de conscientização dos trabalhadores nos canteiros de obra espalhados pelo país.  Líder do projeto Segurança e Saúde no Trabalho da CPRT/CBIC, Haruo Ishikawa, alerta que essas ações são primordiais no combate ao mosquito, com vistas a proteger a saúde do trabalhador da construção e da sociedade como um todo. “Eu tenho recomendado a todas as construtoras que mantenham um responsável dentro do canteiro de obra para cuidar disso”, afirma. Segundo ele, a orientação é averiguar a incidência e tomar as providências para impedir a formação de focos da doença nas obras. Nessa edição, o CBIC Mais  apresenta as ações de três Estados:Pernambuco, Paraíba e Minas Gerais. Confira:

SINDUSCON-PE faz parceria com a Prefeitura do Recife 
 

A fim de evitar a proliferação de focos do mosquito Aedes Aegypti o Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon-PE), através da Campanha de Prevenção de Acidentes do Trabalho na Indústria da Construção desenvolvida pela entidade, possui uma parceria com a Secretaria de Saúde da Prefeitura do Recife desde 2014. O trabalho conjunto envolve ações como palestras, proferidas por representantes do Centro de Saúde Ambiental, e o treinamento dos técnicos e estagiários de segurança do trabalho que compõem as equipes de visitação nos canteiros de obras.Além disso, há distribuição de material informativo, com a doação de panfletos e cartazes para os canteiros de obras; além do treinamento “in loco” dos operários sobre os cuidados para evitar acúmulo de água parada nesses ambientes.  

Devido ao aumento de casos das doenças transmitidas pelo Aedes aegypti, as equipes da Campanha de Prevenção, quando visitam os canteiros são acompanhadas por agentes ambientais da Secretaria. Enquanto os técnicos de segurança identificam riscos de acidentes e orientam os responsáveis pela obra, os agentes fazem uma varredura nos canteiros. A inciativa beneficia tanto os trabalhadores quanto os moradores do entorno das obras.

Em 2015, a Campanha de Prevenção de Acidentes do Sinduscon-PE visitou 240 canteiros e treinou 3.246 operários da construção em Práticas de Prevenção de Acidentes e Saúde do Trabalhador. As ações de combate ao mosquito serão retomadas em 2016: Sinduscon e Ademi planejam campanha conjunta. O tema foi discutido durante a primeira reunião do ano do sindicato, na última segunda-feira (11).

SINDUSCON-JP fará capacitação de trabalhadores


A partir do dia 20 deste mês, o Sindicato da Indústria da Construção Civil de João Pessoa (Sinduscon-JP), com o apoio dos órgãos de Vigilância Sanitária e de Saúde do Trabalhador, das Secretarias de Saúde município e do Estado, vai iniciar o treinamento de pessoas que trabalham nos canteiros de obras para que sejam multiplicadores de ações de combate ao mosquito Aedes aegypti.Os trabalhadores receberão informações sobre a sintomatologia das doenças, os efeitos nefastos à  saúde e, em especial, as formas de impedir a expansão do vetor das doenças.

 Nesta última terça-feira (12), ficou definido na reunião ocorrida na sede da entidade empresarial, com a participação do presidente do Sinduscon-JP, João Barbosa de Lucena. “Não é um problema só do governo, é dele também, mas é de todos nós, é a nossa contribuição na conscientização dos colaboradores, ao treinar multiplicadores para atuar nos canteiros, com material educativo e produtos de combate à larva”, explicitou Lucena. O planeja mento das ações mobiliza também os vice-presidentes Gilson Frade, Wagner Breckenfeld e o diretor executivo, Cleber Oliveira.

O Sinduscon-JP organizará a mobilização dos trabalhadores junto às empresas, para a capacitação. Já os órgãos públicos farão as palestras, fornecerão as cartilhas e material educativo. Haverá ainda uma reunião técnica para a composição do conteúdo da palestra do dia 20. Outro aspecto importante é que qualquer construtora, independentemente de ser filiada ao sindicato, poderá enviar um colaborador para ser treinado como orientador no canteiro de obras.
 
 
SECONCI-MG criou checklist para monotorar os canteiros

O Departamento de Segurança do Trabalho do Serviço Social da Indústria da Construção Civil no Estado de Minas Gerais (Seconci-MG), realiza, dentro de suas visitas preventivas relacionadas à segurança do trabalho, uma vistoria no canteiro para identificar possíveis focos do Aedes aegypti. Também é feito um trabalho de sensibilização junto aos trabalhadores nesse sentido, com a distribuição de um material informativo que conta com um checklist  de situações específicas de canteiros de obra, para que a vistoria possa ser direcionada posteriormente.


Além das visitas, o Seconci-MG vem desenvolvendo parceria com o MobilizaSUS-BH, braço da Secretaria Municipal de Belo Horizonte. A entidade participa de campanhas de sensibilização da Secretaria e intermedia palestras e ações desenvolvidas por esta nos canteiros de obra de empresas associadas. O presidente do Seconci-MG, Eduardo Henrique Moreira, ressalta a importância dos Seconcis estarem atentos a problemas que afetam a sociedade como um todo: “o combate à Dengue precisa do comprometimento de toda a população. Com o recrudescimento dos casos, é fundamental que a indústria da construção se envolva com os esforços de erradicação do mosquito transmissor. Como parceiros das empresas do setor na área de responsabilidade social, os Seconcis precisam estar alinhados às ações de combate e prevenção à dngue”, destaca.

A mais recente campanha da entidade em Minas Gerais aconteceu em novembro de 2015. Participamos da Semana A de Atitude Contra a Dengue , cujo objetivo foi chamar atenção da população para o combate do Aedes aegypt, transmissor da dengue, chikungunya e zika, e incentivar a população a reforçar medidas de prevenção. Com o período das chuvas, essa parceria está sendo reforçada e as ações, intensificadas. O Seconci-MG já retomou suas atividades e já está recebendo solicitações de palestras e outras intervenções educativas relacionadas ao problema.
 
Fonte: CBIC
Compartilhe essa postagem:

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.