Diretores da Mútua-GO prestigiam entrega do 14º Prêmio Crea-GO de Meio Ambiente


Diretores da Mútua-GO, lideranças da Engenharia goiana, imprensa, autoridades de órgãos públicos e representantes da sociedade em geral compareceram à entrega do prêmio

Foi realizada, em 26 de novembro, a solenidade de entrega do 14º Prêmio Crea Goiás de Meio Ambiente, com o tema “Desenvolvimento Sustentável: respeitando os limites, valorizando a vida”, em Goiânia. Tendo o apoio da Mútua, a premiação selecionou um projeto de cada uma das cinco modalidades – Biodiversidade, Inovação Tecnológica, Elementos Naturais, Sociedade Sustentável e Imprensa –, entre os 60 inscritos. A cerimônia, realizada no França Eventos para convidados e apresentada pela jornalista Lilian Lynch, reuniu 309 convidados, entre eles os diretores da Mútua-GO, Roger Pacheco Piaggio Cougo, diretor-geral, Luiz Carlos Carneiro de Oliveira, diretor financeiro, e Gilson de Oliveira Mota, diretor administrativo. Na ocasião, foi dada menção honrosa ao trabalho de Jeremias Lunardelli Neto, criador da unidade agro-ecológica Santa Branca.

Ao agradecer pelo prêmio que recebeu das mãos do conselheiro Dolzonan Mattos, Lunardelli, emocionado, afirmou que Goiás o ensinou uma nova maneira de viver e que todos devem mudar. “Estamos vivendo um momento de mudança; de oportunidade. É preciso que projetemos um novo futuro. Temos que olhar a sustentabilidade com respeito, atenção e cuidado. Temos que nos relacionar de uma forma melhor e compreender a Terra como um organismo vivo e, nessa compreensão, entender também que nossas ações devem interagir de uma forma saudável”, afirmou.

Premiados – Na modalidade Biodiversidade, o projeto “Coleção de pequizeiros da Emater Goiás para conservação da biodiversidade, domesticação e cultivo na região de Cerrado”, da autora Elainy Botelho e com coautoria de Ailton Pereira, Luiz Gandolfi, Job Carneiro e Idalina Dias, foi o premiado. O presidente da Emater, Pedro Antonio Arraes, recebeu o prêmio do 1º vice-presidente do Crea, Keillon Cabral e agradeceu em nome da equipe.

Já na modalidade Inovação Tecnológica o vencedor foi o projeto “Sustentabilidade no gerenciamento de lodos oriundos de ETE de indústria curtumeira”, de David Fernandes e Cleide Pereira Gomes, da Coming – Indústria e Comércio de Couros Ltda. David, que recebeu o prêmio do vice-presidente do Sicoob Engencred-GO, Argemiro Antônio Mendonça, comemorou.

O projeto “Geodiversidade do Estado de Goiás e do Distrito Federal” foi o vencedor na modalidade Elementos Naturais. O trabalho é de autoria de Antônio Theodorovicz, Ezequiel Pozocco, Hamilcar Tavares Júnior, Juliana Maceira Moraes, Luiz Moacyr de Carvalho, Marcelo Eduardo Dantas, Maria Adelaide Mansini, Maria Angélica Barreto, Pedro Augusto Pfaltzgraff, Valter José Marques e Vitório Orlandi Filho, do Serviço Geológico do Brasil – SGB/CPRM. O superintendente do CPRM, Luiz Fernando Magalhães recebeu a estatueta das mãos do diretor-geral da Mutua-GO, Roger Pacheco.


Roger Pacheco, diretor-geral da Mútua-GO (ao centro), foi o responsável por entregar a honraria ao superintendente do CPRM, Luiz Fernando Magalhães, pelo projeto Geodiversidade do Estado de Goiás e do Distrito Federal

Na modalidade Sociedade Sustentável, o projeto do Ministério Público do Estado de Goiás foi o vencedor. Com o título “Catadores do lixão: resgate da cidadania pela inclusão social”, o trabalho tem autoria de Adriane Chagas e coautoria da Drª. Suelena Carneiro Caetano, Drª Sandra Mara Garbeline, Gabriella Parrode, Maria José Soares e Cristiane Bastos. A equipe recebeu o prêmio das mãos do ex-presidente do Crea-GO, Eng. Mec. Metal. e Civ. Eurico Martins.

Já o jornalista Arthur Rezende entregou o prêmio da modalidade Imprensa a Diego Araújo, que, com coautoria de Anderson Conrado, Fayda Chiarella e Remir Acher, produziu a “Série especial Erosões Urbanas”, para a TV Anhanguera de Luziânia.

Os trabalhos foram avaliados por uma comissão julgadora composta pelos seguintes profissionais: Professor Althair Sales Barbosa, Professor Antônio Pasqualetto, Professor Edward Madureira Brasil, Professor Wolney Unes, Engenheiro Civil Dolzonan da Cunha Mattos, Delegado Luziano Severino de Carvalho, Advogado Clarismino Luiz Pereira Júnior, Promotor Juliano de Barros Filho e o Biólogo Marcelo Lessa.

Compromisso – Ao fim da noite, o presidente do Crea-GO, Eng. Francisco Almeida, reafirmou o compromisso do Prêmio em reconhecer ações comprometidas com a causa da sustentabilidade, que promovam o consumo responsável e que adotem sistemas produtivos de baixo impacto sobre os recursos naturais. “Nosso objetivo é mostrar para a sociedade em geral o que vem sendo feito em prol do desenvolvimento sustentável, e por quem esse trabalho é realizado em Goiás. Queremos valorizar o serviço daqueles que, como o próprio Crea-GO, são comprometidos com um futuro melhor”, afirmou.


309 convidados estiveram no espaço França Eventos

 

 

Fonte: Diego Araújo, da TV Anhanguera de Luziânia

Fotos: Crea-GO

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.