Diretor de Benefícios apresenta relatório da Mútua no Confea


Jorge Silveira, diretor de Benefícios (segundo a partir da dir.), apresentou os dados institucionais e financeiros da Mútua aos conselheiros federais. Compondo a mesa, também estiveram José Margarida da Silva, coordenador da Coordenadoria de Câmaras Especializadas de Geologia e Engenharia de Minas, representando todas as Câmaras Especializadas do Confea, Marco Antonio Amigo, presidente do Crea-BA e coordenador do Colégio de Presidentes (CP), Antônio Carlos Albério, conselheiro federal que está presidindo a Sessão Plenária, e Angelo Petto Neto, presidente da Confederação dos Engenheiros Agrônomos do Brasil (Confaeab) e coordenador-adjunto do Colégio de Entidades Nacionais (Cden)

Jorge Silveira, diretor de Benefícios da Mútua, participou nesta quarta-feira (9), da 1421ª Sessão Plenária do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea), onde apresentou o relatório mensal das atividades da Mútua. A explanação foi acompanhada pelos diretores Gerson Taguatinga (diretor financeiro) e Julio Fialkoski (diretor administrativo).

Reuniões da Mútua e a participação da Caixa de Assistência em eventos do Sistema foram alguns dos destaques mostrados pelo diretor. “Finalizamos nossa agenda de reuniões regionais com as Caixas, adotando um modelo de trabalho mais dinâmico e objetivo para dar maior celeridade às demandas de cada uma delas”, informou Jorge Silveira, que também citou a presença na Mútua nos debates sobre a ART que aconteceram no final do mês passado no Confea. A ação interna da Mútua Sede, de caráter motivacional para melhoria do clima organizacional, com a arrecadação de doações para comunidade carente e de ornamentação dos quatro andares do prédio da Instituição, também esteve entre as atividades mencionadas pelo diretor de Benefícios.


O diretor financeiro do Mútua, Gerson Taguatinga (ao centro), com os gestores da Instituição Lucinéia Rodrigues (gerente financeira) e Lúcio dos Anjos (gerente de tecnologia)


O diretor administrativo da Mútua, Julio Fialkoski, com o ex-presidente da Mútua, Cláudio Calheiros

Indicadores financeiros

Em outra etapa da apresentação, Jorge Silveira elencou os índices financeiros, como total de receitas e despesas, percentual da ART recebido, entre outros. Os dados repassados correspondem ao período de janeiro a setembro deste ano, acrescidos de algumas tabelas comparativas entre os anos de 2012 até 2015. Em um dos slides, Jorge Silveira destacou o crescimento das receitas recebidas das Anotações de Responsabilidade Técnica, que no comparativo de 2012 a setembro de 2015 aumentaram 2,1%. No aspecto das despesas de 2015, o diretor da Mútua apontou que a previsão de gastos era de 30% do total das receitas, estando a Mútua dentro dessa expectativa.

Ao término da apresentação, foi aberto espaço para considerações dos conselheiros federais. Gustavo José Cardoso Braz afirmou que sua percepção acerca da Mútua mudou drasticamente nas últimas cinco gestões da Instituição, incluindo a atual. “A Mútua vive uma nova realidade, com um aumento expressivo do número de associados”, ponderou ele. Já o conselheiro Paulo Laércio Vieira enalteceu a Mútua pelo projeto, que está em fase de conclusão, da instalação de um posto da Mútua-PB, em Campina Grande. “Um novo passo na interiorização da Mútua. Agradeço a Diretoria Executiva anterior, que iniciou o projeto, e, também, a Diretoria Executiva atual por dar continuidade e concretizar essa iniciativa”, salientou.


A Plenária do Confea segue até sexta-feira (11), com pauta composta por itens dos diversos colegiados do Sistema Confea/Crea e Mútua

 

 

Fonte: Gecom/Mútua

Fotos: Alline Abreu (Gecom/Mútua)

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.