Presidente da Mútua participa da 6ª Reunião Ordinária do Fórum de Presidentes dos Creas Nordeste


À mesa dos trabalhos: Marco Antonio Amigo (coordenador do Colégio de Presidentes e presidente do Crea-BA), Paulo Roberto de Oliveira (coordenador do Fórum do Nordeste e presidente do Crea-PI), Paulo Guimarães (presidente da Mútua) e Gerson Taguatinga (diretor financeiro da Mútua)

Teve início na manhã desta sexta-feira (20), em Natal (RN), a 6ª Reunião Ordinária do Fórum de Presidentes dos Creas Nordeste. Nesta edição, foram convidados, também, os Creas da Região Norte. O presidente da Mútua, Paulo Guimarães, e o diretor financeiro, Gerson Taguatinga, participaram da reunião, aberta pelo coordenador do Fórum do Nordeste, Paulo Roberto de Oliveira, presidente do Crea-PI.

Em seu pronunciamento, o diretor-presidente da Mútua lembrou que está no terceiro mês à frente da Instituição e estará sempre presente nos encontros dos Creas, para acompanhar de perto e participar das ações do Sistema Confea/Crea e Mútua. “Estou aqui para ouvir e evoluir junto com o Sistema. A Mútua ainda é uma instituição jovem (1977), mas com grande responsabilidade assistencial. Com a colaboração de todos, queremos atender da melhor forma os profissionais e os associados à Caixa de Assistência", afirmou.

Os presidentes dos Creas da Região Nordeste também se manifestaram, como Evandro Alencar, do Crea-PE, que falou sobre os três seminários de fiscalização que realizou neste ano. presidente do Crea-PB, Giucélia Araújo de Figueiredo, parabenizou a iniciativa do presidente do Crea-RN, Modesto Ferreira dos Santos, anfitrião do evento, em convidar os presidentes da Região Norte para participar do fórum do nordeste. “Essa integração entre Norte e Nordeste é muito importante porque podemos debater temas que são comuns às duas regiões”, disse.

A presidente do Crea-AC, Carminda Pinheiro, falou sobre as ações do Regional, como a campanha de conciliação e o Plano de Acessibilidade proposto pelo Ministério Público. Ainda durante os informes, o presidente do Crea-SE, Arício Resende Silva, chamou a atenção dos presidentes para o uso exagerado de agrotóxicos no Brasil. “É um comércio de 12 bilhões de dólares e nosso país é o maior consumidor de agrotóxicos do mundo. O contato com o ser humano, seja por ingestão, manuseio ou inalação, está causando uma série de problemas que precisam ser analisados”, enfatizou.

Anfitrião do evento, o presidente do Crea-RN, Modesto Ferreira dos Santos Filho, disse que a ideia de realizar a reunião com os presidentes das regiões Nordeste e Norte é discutir as causas comuns. “Pela primeira vez acontece essa reunião com essas duas regiões e o intuito é discutir assuntos peculiares”, destacou. Modesto chamou a atenção dos presentes para a importância do planejamento acerca do convênio firmado entre a Mútua e os Creas com referência à 73ª Semana de Engenharia e Agronomia que será realizada no Paraná, em 2016. “Com um planejamento adequado no início do ano podemos economizar e agilizar o deslocamento dos participantes”, enfatizou. 

Fonte: Gecom (Mútua) / Crea-RN

Foto: Gecom (Mútua)

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.