Congresso da Abenc tem apoio da Mútua

A cidade de Maringá sedia, até amanhã (20) a 21ª edição do Congresso Brasileiro de Engenheiros Civis (Cbenc). Com o tema “Engenharia civil: sinônimo de tecnologia e desenvolvimento nacional”, o evento, que tem apoio da Mútua, reune representantes do segmento, além de profissionais das principais entidades de classe, professores e especialistas da categoria junto às principais entidades do segmento. O evento é realizado pela Associação Brasileira de Engenheiros Civis (Abenc) e também conta com apoio do Confea e do Crea-PR.

Representando a Mútua, estiveram presentes na abertura do Congresso os diretores executivos Gerson Taguatinga (diretor financeiro) e Julio Fialkoski (diretor administrativo).

Segundo o presidente da Associação Brasileira de Engenheiros Civis, o professor da Universidade Estadual de Maringá (UEM) Francisco José Teixeira Coelho Ladaga, “o Cbenc é o principal encontro da categoria e baliza instrumentos e normatizações junto ao governo federal, estadual e municipal para o desenvolvimento das cidades e do país, como um todo. Mais uma vez debatemos temas relevantes para a melhoria da infraestrutura e logística do país, que tem o profissional da Engenharia Civil como seu representante”, ressalta.

Durante o 21º Cbenc são discutidos temas importantes para a profissão, que possui mais de 340 mil profissionais registrados em todo o país. “Dentro do Sistema Confea/Crea e Mútua, a engenharia civil é a profissão mais representativa. Infelizmente, muitos gestores públicos não reconhecem a importância dos engenheiros civis dentro dos quadros públicos. Por isso, sem projetos consistentes, governos estaduais e prefeituras ficam impedidos de obter recursos federais para a realização de obras de infraestrutura, muitas vezes fundamentais como saneamento básico, creches, postos de saúde, entre outros”, destaca Ladaga.

Sobre a Abenc

A Associação Brasileira de Engenheiros Civis (Abenc), entidade civil sem fins lucrativos, volta-se ao aperfeiçoamento técnico, científico e cultural desses profissionais e está permanentemente focada no desenvolvimento nacional, com ênfase para o bem estar da população. Atua em todo o território brasileiro, como entidade federativa. No âmbito nacional possui Diretoria Nacional, Conselho Fiscal e Conselho Consultivo. No âmbito regional possui Departamentos, que congregam os membros domiciliados nas suas respectivas áreas.

Fonte: Gecom (Mútua) / Crea-PR

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.