Mútua recebe reunião da Coordenadoria Nacional de Câmaras Especializadas da Engenharia Civil


Paulo Guimarães cumprimentou os participantes da reunião

Aconteceu nos dias 19 e 20 deste mês, no auditório da Mútua Sede, em Brasília (DF), a 1ª reunião extraordinária do ano da Coordenadoria Nacional de Câmaras Especializadas da Engenharia Civil (CCEEC), com a presença de representantes da modalidade de diversos estados.O objetivo foi discutir as linhas gerais de atuação das Câmaras Regionais, entre outros assuntos.

A programação do segundo dia de trabalhos foi aberta com uma saudação especial dos diretores da Mútua, eng. civ. Paulo Guimarães (diretor-presidente), eng. civ. Jorge Silveira (diretor de Benefícios) e Gerson Taguatinga (diretor financeiro). O presidente Paulo Guimarães externou a satisfação que Mútua sente em receber os representantes da Engenharia Civil e destacou que a Instituição está aberta a todos os profissionais do Sistema. “É muito importante essa interação. Já recebemos reuniões da Agronomia, agora sediamos esse encontro da Engenharia Civil e já está agendada para também acontecer em nosso auditório a reunião da Agrimensura. A Mútua está à disposição de todos os profissionais”, destacou. Ele ainda reforçou a importância da união para a defesa das atribuições profissionais e falou sobre a nova Diretoria Executiva da Mútua. “Estamos no início da nossa gestão e vamos trabalhar para melhorar ainda mais nossa Caixa de Assistência. O apoio social aos profissionais que se encontram em maior dificuldade financeira e de saúde e a concessão de bolsas de estudos aos filhos de associados carentes ou aos candidatos carentes que desejam se formar em um dos cursos da área tecnológica serão prioridades”, apontou Paulo Guimarães.


Gerson Taguatinga, diretor financeiro da Mútua, Jorge Silveira, diretor de Benefícios, ao lado do presidente da Associação Brasileira de Engenheiros Civis (Abenc), Francisco José Teixeira Coelho Ladaga


Marcelo Morais, diretor de Tecnologia da Mútua, fez as honras na abertura da reunião. Homero Catão, conselheiro federal, (primeiro à esq.), Lia de Sá, coordenadora adjunta da CCEEC, João Collares, coordenador da CCEEC, e os assistentes da Coordenadoria

O diretor de Tecnologia da Mútua, eng. civ. Marcelo Morais, acompanhou o início  reunião, no dia 19, e também cumprimentou os presentes enfatizando a parceria da Mútua com todos os fóruns do Sistema. “A Mútua está à disposição da Câmara. Vou ser o representante desse colegiado aqui na Caixa de Assistência. Estamos recolhendo contribuições de todos os segmentos para construirmos o plano de governança do triênio. Portanto, critiquem, reclamem e façam suas sugestões”, instigou o diretor, ao se referir ao planejamento da nova Diretoria Executiva da Mútua. Marcelo Morais ainda falou sobre o novo benefício Energias Renováveis, que a Mútua passará a oferecer em breve aos associados. “Esse novo benefício, voltado à sustentabilidade, está ligado diretamente aos profissionais, pois irá auxiliar nos projetos da área”, ponderou.

Também presente à abertura da reunião, o diretor-geral da Mútua-DF, eng. civ. Maxwell Simes de Souza Paiva, enalteceu o trabalho da Coordenadoria, lembrando que fazia parte do grupo. “Agora estou aqui na Mútua. Assumi esse desafio e estou muito satisfeito em ver como é possível ajudar os profissionais. A Mútua oferece inúmeros benefícios que realmente fazem diferença na vida dos profissionais. Vejo que muitos ainda desconhecem a Instituição, mas no planejamento da Caixa DF, temos como prioridade a disseminação da Mútua”, ressaltou.

A reunião foi conduzida pelo coordenador nacional da CCEEC, eng. civ. João Luiz de Oliveira Collares e pela coordenadora adjunta, eng. civ. Lia Barbosa de Souza Sá. Também participou dos trabalhos, o conselheiro federal, eng. civ. Homero Catão Maribondo da Trindade.


Maxwell Paiva, diretor-geral da Caixa DF, (primeiro à dir.) prestigiou os trabalhos do grupo

Reforma no prédio da Mútua

Lamentando em receber os integrantes da CCEEC em meio a uma reforma que está sendo realizada no prédio da Mútua, os diretores da Caixa de Assistência ponderaram que apesar disso é com muito contento que a Mútua sedia a reunião da Câmara. “A reforma é para conferir mais qualidade ao ambiente aqui na Mútua e, em um segundo momento, também vamos promover ajustes para adequar o prédio às normas de mobilidade”, comentou o diretor de Benefícios, Jorge Silveira, responsável pela obra. Estão sendo feitos reparos para revitalização da fachada do edifício, adequação das instalações elétricas, impermeabilização do telhado e laje e melhorias nos banheiros.

Câmaras Especializadas

As Coordenadorias Nacionais de Câmaras Especializadas são compostas pelos coordenadores das Câmaras Especializadas dos Conselhos Regionais, conforme a Resolução nº 390/1994. Elas são fóruns consultivos do Confea que têm por objetivo estudar, discutir e propor a implementação de ações voltadas para a uniformização de procedimentos que visem à unidade de ação no território nacional e à maximização da eficiência das Câmaras Especializadas, observadas as peculiaridades regionais.

As Câmaras Especializadas dos Creas, por sua vez, são instâncias deliberativas que representam um espaço especializado para que os profissionais e as empresas se informem, tirem dúvidas e resolvam todas as pendências no exercício de suas profissões e atividades.

Elas têm por finalidade apreciar e julgar os assuntos relacionados à fiscalização do exercício profissional e sugerir medidas para o aperfeiçoamento das atividades dos Conselhos Regionais, constituindo a primeira instância de julgamento no âmbito de sua jurisdição.

 

Fonte: Acme/Mútua (com informações do Confea)

Fotos: Izadora Luiz e Alline Abreu (Acme/Mútua)

 

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.