Mútua-PA: tradição e fé no Círio de Nazaré

Romeiros acompanham a passagem do Círio de Nazaré em Belém-PA.

Conforme expectativas do povo paraense, a 223ª edição do Círio de Nazaré, a passagem da Padroeira de Belém, atraiu mais uma vez cerca de 2 milhões de romeiros de todo o país e do mundo.

A romaria começou por volta de 6h de sábado (10), após missa de abertura realizada na Catedral de Belém pelo arcebispo metropolitano Dom Alberto Taveira. O trajeto do Círio iniciou em frente à Catedral da Sé, na Praça Frei Caetano Brandão e seguiu até a Praça Santuário. Os romeiros depositaram ofertas por graças alcançadas e, aproximadamente 7 mil pessoas, conduziram a corda que puxa a Berlinda de Nossa Senhora de Nazaré – um dos grandes símbolos da festa religiosa.

Os fiéis se dividiram em três procissões, dentre elas o Círio Fluvial, que acontece nas águas da Baía do Guarujá, seguida da Moto Romaria, a qual reuniu cerca de 40 mil pessoas em motocicletas rumo ao colégio Gentil Bittencourt, onde a imagem da padroeira ficou até a procissão da Trasladação, realizada a noite com percurso de 3,7 km, no trajeto inverso ao Círio da manhã de domingo.

A Mútua-PA, em apoio à procissão de fé realizada em Belém todos os anos, preparou-se com ornamentação especial no prédio da regional para a esperada passagem da padroeira. Conforme explicou a diretora-geral da Caixa PA, Ana Maria Pereira de Faria, ela e os colaboradores da Instituição participaram do Círio, pedindo proteção, inclusive para todos da Mútua de todo o País, e agradecendo as bênçãos recebidas.

 

Fonte: Acme com informações da Mútua PA.

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.