VI Corrida do Engenheiro reúne profissionais, estudantes e a comunidade de Belém (PA)


VI Corrida do Engenheiro, em Belém (PA): corredores profissionais e amadores

Logo cedo na manhã deste domingo (20), uma multidão paramentada com roupas próprias para atividade física, reuniu-se em frente ao tradicional e sinuoso Parque do Utinga, localizado no bairro Curió-Utinga, em Belém (PA), para a VI Corrida do Engenheiro. O calor da capital paraense não desanimou os corredores, que estavam muito animados com a prova. A atividade foi promovida pelo Clube de Engenharia do Pará, com o apoio da Mútua e de sua Regional do estado (Mútua-PA), do Crea-PA, entre outras instituições.

As edições anteriores do circuito foram realizadas dentro do Parque do Utinga, mas devido a obras de revitalização do espaço, este ano a corrida aconteceu na Avenida João Paulo II, em percurso com 7,7 quilômetros.


Ana Maria, diretora-geral da Mútua-PA, no asteamento das bandeiras na abertura da Corrida

Para a diretora-geral da Mútua-PA, eng. agr. Ana Maria Pereira de Faria, o evento consagrou a parceria entre a Mútua e o Clube de Engenharia e possibilitou a integração e a aproximação da Caixa de Assistência com os profissionais, estudantes e com a comunidade em geral. “A VI Corrida do Engenheiro foi um sucesso. Fiquei muito feliz com o destaque que a Mútua teve no evento, mostrando que a Instituição é muito mais do que apenas uma entidade burocrática do Sistema Confea/Crea,  que ela se preocupa com a integração dos profissionais e com a qualidade de vida”, relatou Ana Maria.

O presidente do Clube de Engenharia do Pará, que também é diretor administrativo da Mútua-PA, eng. eletric. Gilmário da Silva Drago, agradeceu a participação de todos e parabenizou os atletas pelo esforço e empenho. “Esta é uma corrida que prioriza o congraçamento dos participantes na prática de esporte e integra os estudantes e profissionais da Engenharia com a sociedade”, destacou.


O diretor administrativo da Mútua-PA e presidente do Clube de Engenharia do PA, Gilmário Drago, com o vencedor da prova na modalidade Engenheiro, Alan do Vale

Além dos diretores da Mútua, também esteve presente o conselheiro regional, eng. agr. Roberto  das Chagas Silva, representando o Crea-PA. Diretores e funcionários do Clube de Engenharia e colaboradores da Mútua também acompanharam a atividade.

A corrida exigiu dos corredores planejamento e garra para obter bons tempos, pois o percurso foi composto por subidas e descidas na pista da avenida João Paulo II, entre a  passagem Mariano e o cruzamento com a avenida Dr. Freitas.


O Conselheiro do Crea-PA, Roberto das Chagas Silva, participou da Corrida

Premiação

A premiação da corrida foi oferecida aos três primeiros colocados, categorias masculino e feminino, nas modalidades: Engenheiro, Comunidade e Acadêmicos (estudantes da área tecnológica). Além de troféus e medalhas, os vencedores levaram cheques  no valor de R$ 300 (1º colocado), R$ 200 (2º colocado) e R$ 100 (3º colocado). Todos os corredores ganharam medalhas de participação na prova.

Os engenheiros vencedores da prova foram: Alan Rafael Menezes do Vale, do Detran-PA, com 32’35”; seguido por Erlindo Braga Júnior, da Assembleia Paraense, com 33’10”, e Sérgio Serra, da Amora, com 33’44”. Entre as engenheiras, a tricampeã foi Izaíde Serrão, da Celpa, com 35’24”, seguida por Valéria Gomes Sousa, com 36’49”, e Jackeline Sobral Dias, com 37’32”.

Na categoria acadêmicos de Engenharia, o campeão foi Evandro Cordeiro, com o tempo de 32’04”. Na segunda posição ficou José Carlos Merabet Júnior, com 33’47”, e como terceiro colocado, Yasser Gabriel Dias, com 34’51”. No feminino,  a bicampeã da prova é Fernanda dos Santos Bastos,  com 37’19”, seguida por Paula Kélia Abreu,  com 40’26”, e Beatriz Teixeira Costa, com 45’57”.

Na modalidade Comunidade, a mais disputada, categoria masculino, Rosivaldo Silva conseguiu sua quarta vitória na prova, com o tempo de 23’18”. O segundo lugar ficou com Renato Alves, com 24’36”, e na terceira posição ficou Eduardo Costa, com 24’40”.No feminino, a tricampeã foi Edna Oliveira, 29’25”, seguida por Marizete Pinto, com 31’43”, e Rosineide Costa, com 35’12”.

Alan Rafael, o vencedor da modalidade Engenheiro, comemorou a vitória: “Participo da Corrida do Engenheiro desde sua primeira edição e venho me preparando mais a cada ano. Confesso que não espera sair vitoriosos já este ano, contudo meu treino se mostrou eficaz”, avaliou. Sobre a presença da Mútua como apoiadora da competição, o engenheiro afirmou que é “muito bom ver a Caixa de Assistencia prestigiando e incentivando os profissionais da área tecnológica em atividades como esta”.


Os campeões nas três modalidades (masculino e feminino): Engenheiro, Acadêmico e Comunidade

Outras singularidades marcaram a VI Corrida do Engenheiro, como a presença maciça das academias de Belém e de profissionais da área esportiva. Também foi destaque o apoio do Clube de Desbravadores da Igreja Adventista do 7º Dia, uma espécie de grupo de escoteiros formado por rapazes de 10 a 16 anos. Eles auxiliaram a organização do evento na entrega de água e frutas aos corredores e na limpeza do local de concentração da corrida.

A edição de 2016 da Corrida do Engenheiro está prevista para acontecer no mês de junho, com expectativa para retorno de sua realização no Parque do Utinga.


Meninos do Clube de Desbravadores com seus líderes e com diretores do Clube de Engenharia

 

Fonte: Acme/Mútua

Fotos: Alline Abreu (Acme/Mútua)

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.