Sistema reconhece o trabalho de 24 brasileiros em favor do desenvolvimento tecnológico nacional

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Homenageado José Osvaldo Pontes

“Confio na justiça para punir os responsáveis e preservar as instituições. Sei que o Sistema Confea/Crea e Mútua é a segurança de que a engenharia nacional saberá superar as atuais dificuldades do País, e me comprometo a tudo fazer para honrar a Medalha que recebemos e que é motivo de orgulho para nossa família”. 
Com essas palavras, José Osvaldo Pontes, falando em nome dos homenageados com as honrarias do Sistema em 2015, emocionou os cerca de 3.500 participantes da cerimônia de abertura da 72ª Semana Oficial da Engenharia e da Agronomia (Soea). 


Grupo de 24 homenageados pelo Sistema

Todo o trabalho de seleção dos homenageados é feito pela Comissão do Mérito, que este ano tem como chanceler o conselheiro federal Mário Varela Amorim. Em sua fala, ele lançou mão do poeta Rainer Maria Rilke na tentativa de traduzir o sentimento que envolve o reconhecimento pelo trabalho que silenciosamente muitos dedicam ao longo da vida em favor do desenvolvimento tecnológico nacional.


Chanceler do mérito, Mário Amorim

“Na vida há ocasiões em que o indizível das palavras não consegue expressar com exatidão a emoção do momento que estamos vivendo. É inexprimível. Esta homenagem pode ser catalogada como um desses momentos”, disse o chanceler.
Na cerimônia, 12 homenageados vivos receberam a Medalha do Mérito, uma placa alusiva e um diploma. Os 12 homenageados in memoriam tiveram seus nomes inscritos no Livro do Mérito, cujos registros ficam nos arquivos e na biblioteca do Confea. A placa da homenagem é conferida aos homenageados e aos familiares.
 

Fonte: Equipe de Comunicação do Confea (Maria Helena de Carvalho)

Fotos: Flávio Mottola (Acme/Mútua) e João Batista Fotografias

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.