Reunião em Minas Gerais discute rumos profissionais da área de engenharia de agrimensura

Encerra-se nesta sexta-feira (14) a 3ª Reunião Ordinária da Coordenadoria de Câmaras Especializadas de Agrimensura (CCEAGRI), que ocorre na sede do Crea-MG. A reunião foi uma oportunidade para se discutir a organização fundiária no Brasil, com uma das propostas contemplando a interação da agrimensura com os cartórios.

Outra proposta abordada na reunião foi a regulamentação do uso de drones para o georreferenciamento de imóveis rurais e urbanos. A utilização crescente e indiscriminada do equipamento tem gerado preocupação quanto aos riscos para sociedade. "Não existe no Brasil legislação que diga quem pode se responsabilizar pelo uso do equipamento. O uso por um profissional não qualificado poderá causar algum tipo de dano, até óbito. Esses veículos não tripulados são aviões e, partindo do princípio de que um avião precisa de um piloto, temos que entender que é preciso capacidade para conduzir um drone", apontou o coordenador da Câmara Especializada de Engenharia de Agrimensura (CEEA) do Crea-SP, engenheiro agrimensor Francisco de Sales.

Na abertura da reunião, o diretor Técnico e de Fiscalização do Crea-Minas, engenheiro civil e de segurança do trabalho Marcos Venícius Gervásio, ressaltou a importância da reunião. "A engenharia de agrimensura teve um crescimento enorme na área tecnológica. Neste encontro, vamos discutir a utilização de aparelhos mais modernos e trabalhar outras questões relativas à modalidade", explicou Marcos. Para o coordenador da CEEA do Crea-MG, engenheiro agrimensor Tarcísio Vieira, os resultados da reunião podem refletir em avanços para toda a sociedade. "O que for aprovado aqui, será encaminhado para o Confea e poderá ser criado um projeto de lei ou uma resolução nesse sentido. Nós, engenheiros, trabalhamos para a sociedade, não para nós mesmos, por isso estamos buscando, com essas propostas, melhorias para a sociedade", concluiu Tarcísio.

Confira as fotos do evento.

 

Fonte: Confea

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.