Inicia, em Brasília, reunião do CP para eleição de dois membros da Direx da Mútua para a gestão 2015-2018


             CP: eleição de dois diretores da Mútua  

Os presidentes do Confea, engenheiro civil José Tadeu da Silva, e do Crea-DF, engenheiro civil e de Seg. Trab. Flávio Correia de Sousa, e o coordenador do Colégio de Presidentes e presidente do Crea-BA, engenheiro mecânico Marco Antonio Amigo, abriram na manhã dessa sexta-feira (24), a reunião extraordinária do Colégio de Presidentes do Sistema Confea/Crea e Mútua para realização da primeira etapa da eleição 2015 da Mútua, com a escolha de dois dos cinco membros para compor a Diretoria Executiva da Caixa de Assistência, gestão 2015-2018.

Pela Mútua, compôs a mesa diretiva dos trabalhos o diretor administrativo da Caixa de Assistência, engenheiro agrônomo Luiz Alberto Freitas Pereira. O dispositivo também foi composto pelo coordenador adjunto do CP e presidente do Crea-MT, engenheiro civil Juares Silveira Samaniego, e pelo conselheiro federal e coordenador da Comissão Eleitoral Federal (CEF), engenheiro eletricista Lúcio Antonio Ivar do Sul.

Ao dar início aos trabalhos do dia, o coordenador do CP reiterou a relevância do processo eleitoral para escolha dos diretores da Mútua, tendo em vista a pertinência da Instituição para o Sistema e para os profissionais. “A Mútua é muito importante para seus associados e detém muitos recursos. Diante disso, precisa ser muito bem administrada. Por isso estamos aqui, para escolher seus novos dirigentes, para que a Instituição possa continuar a beneficiar ainda mais os profissionais”, externou Marco Amigo.

Samaniego, coordenador adjunto do colegiado, também proferiu suas palavras iniciais em defesa da missão da Mútua. “Sabemos da importância da Mútua para o Sistema e almejamos que cada vez mais seus recursos sejam aplicados em prol dos profissionais, sejam eles associados ou não”, defendeu.

Lembrando de sua trajetória no Sistema, quando foi presidente do Crea-AP, o diretor administrativo da Mútua saudou as lideranças e repassou mensagem de cumprimentos dos demais diretores executivos da Mútua, que estão em treinamento na Sede da Instituição. Luiz Alberto ainda agradeceu ao CP pela confiança a ele atribuída para compor a diretoria da Mútua, na atual gestão que se encerra no dia 24 de agosto. “Agradeço a esse colegiado por ter me escolhido para representá-lo na Diretoria da Mútua. Cumprimos nossas metas, muito foi feito e ainda há muito a ser realizado”, lembrou. Ele desejou sucesso aos três candidatos e concluiu dizendo que ser diretor da Mútua é “uma missão árdua, mas muito honrosa e que engrandece aqueles que a assumem”.

Anfitrião do evento, o presidente do Crea-DF  disse a todos do prazer de recebê-los em Brasília e completou: “apesar da seriedade da pauta do dia, o Conselho preparou um evento bastante agradável, para que todos se sintam em casa”. Ainda sobre a programação da reunião, Flávio Sousa estimou a todos uma eleição tranquila.

“Que tenhamos um dia muito produtivo. A CEF está à disposição dos senhores para qualquer dúvida”, falou o coordenador da Comissão Eleitoral, o conselheiro Lúcio Ivar, associado da Mútua desde 1988, informação destacada por ele em sua fala dirigida ao CP, mostrando como os profissionais confiam na Mútua e buscam seu amparo ao longo de suas carreiras.

Fechando as falas de abertura, o presidente do Confea, José Tadeu, agradeceu a acolhida e a recepção do Crea-DF, ao sediar “essa reunião tão importante”.  E completou: “Hoje o colégio está reunido para cumprir uma obrigação legal de eleger dois dos cinco membros da Diretoria Executiva da Mútua. Dirijo uma saudação especial aos três candidatos. Seria desnecessária a apresentação dos currículos dos senhores, pois todos têm larga experiência no Sistema, tendo sido, inclusive, presidentes de Crea em seus Estados. Portanto, quem for eleito, temos tranquilidade e certeza que irá contribuir muito no crescimento da Mútua.”

Sequência dos trabalhos                      


Candidatos: Salvador, Taguatinga e Jorge Silveira

Após a solenidade de abertura, o CP suspendeu a pauta do dia – as eleições – e discutiu algumas questões pertinentes do colegiado e da área tecnológica brasileira. Em seguida, foram feitas as apresentações dos candidatos à Diretoria da Mútua e de suas propostas. Concorrem às duas vagas na Direx, três candidatos: engenheiro eletricista Antonio Salvador da Rocha (CE), que tenta sua reeleição (ele é diretor de Tecnologia da Mútua na atual gestão, licenciado para concorrer ao pleito); engenheiro civil Jorge Roberto da Silveira (SE); e engenheiro civil Gerson de Almeida Taguatinga (GO). Entre as propostas listadas pelos candidatos destacam-se o fortalecimento da autonomia das Regionais, o aumento das unidades hoteleiras geridas pela Mútua, maior divulgação da Caixa de Assistência e a criação de um plano de saúde administrado pela própria Mútua.

Ao final da manhã, foi aberto espaço para que os presidentes de Creas realizassem intervenções e questionamentos aos candidatos. A votação será feita no período da tarde.

 

Fonte: Acme/Mútua

Fotos: Acme/Mútua

Compartilhe essa postagem:

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.