Quarteto de Cordas Libertas leva música clássica para Itaúna (MG). Apresentação faz parte do Projeto ‘Interiorização do Crea-Cultural’

Espetáculo será realizado às 20h, no Espaço Cultural

Aproximar o interior do estado da música clássica e levar outras atrações culturais para todos os cantos. Este é o objetivo do Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia de Minas Gerais (Crea-MG), que realiza nesta quarta-feira (17), em Itaúna, a apresentação do Quarteto de Cordas Libertas. A apresentação faz parte do Projeto "Interiorização do Crea-Cultural". O espetáculo será realizado às 20h, no Espaço Cultural. A entrada é um litro de leite.

O Projeto "Interiorização do Crea-Cultural" foi criado em 2013 e sediado em 36 cidades. O objetivo é realizar eventos culturais em todo o estado. "Queremos aproximar os profissionais das partes culturais. A intenção do Crea é levar esta interação com a população tanto para a capital (Belo Horizonte) quanto para o interior, que é carente disso", explica o coordenador regional do Crea-MG, Severino Alves de Oliveira.

Nesta quarta-feira, a cidade de Itaúna recebe o Quarteto de Cordas Libertas, que apresenta o Concerto Música de Câmara, às 20h, no Espaço Cultural. O grupo é formado por Rodrigo Bustamante (violino), Hyu-Kyung Jung (violino), Gerry Varona (viola) e Eduardo Swerts (violoncelo), integrantes da Orquestra Filarmônica de MG.

O quarteto vem da capital, mas, segundo Severino, a expectativa é abrir espaço para que grupos regionais se apresentem nos próximos anos. "A intenção é nos reunirmos com esses grupos e divulgar entre eles para orientá-los e saber quais podem ser aproveitados", disse.

A primeira vez que a cidade recebeu o projeto foi em 2013, segundo o coordenador. Para esta edição, ele espera encher o Espaço Cultural. Além de aproximar a cultura da população, ele irá arrecadar um litro de leite por pessoa. As doações serão encaminhadas para a Secretaria de Assistência Social de Itaúna.

Severino espera que nos próximos dias sejam anunciadas as próximas programações. "A previsão é de que a cidade receba em setembro a exposição com obras de Guimarães Rosa e a apresentação do violeiro Chico Lobo", disse.

 

Fonte: G1

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.