Presidentes dos Creas Norte e da Mútua encerram, hoje (2), reunião em Rio Branco (AC)


Cláudio Guenka, Marcos Camoeiras, Laércio Aires, Antônio Carlos Albério, Carminda Pinheiro, Marcelo Maia, Clemerson Batista, Cláudio Calheiros e Elias Lima

O Estado do Acre foi escolhido para sediar a 2ª reunião Ordinária dos Creas Norte, que acontece nessa segunda e terça-feira (1 e 2), na capital Rio Branco. Para tratar dos assuntos ligados à Mútua, como os convênios de apoio aos Crea para a 72ª Soea, está presente na reunião o diretor-presidente da Instituição, engenheiro agrônomo Cláudio Calheiros. “Somos um único Sistema, que trabalha pelos profissionais da área tecnológica e pela sociedade. Estamos reunidos, com um olhar mais apurado para as necessidades dos profissionais da Região, buscando melhorias continuas para o desenvolvimento dos nossos trabalhos, seja na Mútua, nos Creas ou no Confea”, apontou Calheiros.

Participam, ainda, seis presidentes de Creas – a anfitrião, engenheira agrônoma Carminda Luzia Silva Pinheiro (Crea-AC), engenheiro civil Cláudio Guenka (Crea-AM), engenheiro florestal Laércio Aires dos Santos (Crea-AP), engenheiro agrônomo Elias da Silva Lima (Crea-PA), engenheiro civil Marcos Luciano Camoeiras Gracindo Marques (Crea-RR) e engenheiro civil Marcelo Costa Maia (Crea-TO), o conselheiro federal pelo Estado do Pará, engenheiro agrônomo Antônio Carlos Albério, e o Gerente Regional do Confea, engenheiro eletricista Clemerson Batista.

Na tarde de ontem, o vice-presidente do Crea-AC, engenheiro eletricista Assurbanipal Mesquita, fez uma explanação sobre a maior enchente vivida pelos acreanos, que ocorreu no ano passado e propôs discussão sobre o papel da Engenharia a respeito da cheia do Rio Acre e sua soluções. 


O grupo em visita ao complexo industrial do pescado e fábrica de ração

Neste segundo dia de atividades, pela manhã, a convite de uma equipe do governo, os participantes conheceram as instalações do complexo industrial do pescado e a fábrica de ração, que recentemente foi inaugurada, em Rio Branco. Agora a tarde, o grupo se reúne para concluir os trabalhos da reunião.

Depois das discussões, a proposta é que seja emitido um documento final sobre os temas pautados, para posterior encaminhamento ao Colégio de Presidentes do Sistema Confea/Crea e Mútua, onde deverão ser agrupadas às proposições similares e então transformadas em resoluções e projetos de Lei de interesse da categoria.


O fórum tem como objetivo discutir assuntos de interesse dos Conselhos Regionais do Acre, Amazonas, Amapá, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins

 

 

Fonte: Acme/Mútua (com informaçãoes da Vânia Andrade – ASCOM CREA/AC)

Fotos: Crea-AC

Compartilhe essa postagem:

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.