Comissão temática busca mecanismos para dinamizar a governança dos Creas

Instituída pela Decisão Plenária nº 442/2015,  a Comissão Temática Indicadores para Gestão e Governança realiza nesta segunda e terça-feira (1 e 2), a sua primeira reunião ordinária.
Integrada por Lúcio Antônio Ivar do Sul, Jorge Roberto da Silveira, Romildo Florentino Cavalcanti,  Vinicius Marchese Marinelli, a comissão é coordenada pelo conselheiro federal Marcos Motta, e em seu primeiro dia de trabalho conta com a participação do presidente do Crea-RO, Nélio Afonso Alencar, que fala das dificuldades e soluções encontradas, regionalmente, para gerir os recursos obtidos pelos pagamentos de taxas, anuidades e emolumentos feitos pelos 5.589 profissionais registrados, entre engenheiros, agrônomos, geólogos, geógrafos e meteorologistas, de nível técnico e superior.
A partir do relato de Nélio, a comissão começa a radiografar essa realidade e pretende identificar ferramentas que possam ser sugeridas para que os Regionais fortaleçam a fiscalização, garantia da presença de profissionais habilitados e registrados à frente de obras e empreendimentos em todo o País.
“Nosso principal objetivo é coletar informações e diagnosticar situações que gerem indicadores que sirvam à gestão e governança”, explica o coordenador da Comissão. ´”É preciso criar mecanismos que ajudem os Creas considerados de menor porte, a maioria das regiões Norte e Nordeste”, afirmou Motta.

Fonte: Confea

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.