Seminário de Fiscalização do Crea-PE reúne os presidentes do Confea e do Crea


O Seminário de Fiscalização 2015, realizado na última segunda-feira (4), no auditório da sede do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Pernambuco (Crea-PE), contou com a participação do presidente do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea), José Tadeu da Silva, do presidente do Conselho pernambucano, Evandro Alencar, além de diretores e conselheiros.
Fazendo uma retrospectiva desde os tempos em que foi gestor do maior Crea do País, o de São Paulo, o presidente José Tadeu falou da importância da fiscalização para os Creas, mas ressaltou que “atividade precípua não significa única. Os conselhos precisam respeitar uma tríade para terem condições de cumprirem as atividades que a eles cabem. Essa tríade envolve ações de fiscalização, aprimoramento profissional e ética. Quando exercemos nossa profissão, atendemos às necessidades da sociedade e do País. Tudo o que se faz envolve Engenharia. Não é à toa que as pesquisas apontam que as nossas atividades são responsáveis por cerca de 70% de todo Produto Interno Bruto (PIB) nacional”, explicou José Tadeu.
O presidente do Federal também falou da necessidade de se fazer atualizações nos dispositivos legais que regem as atividades do Sistema Confea/Crea e Mútua, lembrando que “ainda nos baseamos em leis, decretos e resoluções que foram criadas no século passado e, portanto, precisam evoluir, de modo a atender as necessidades de um novo tempo. Afinal, estamos no século XXI”, concluiu.
Anfitrião do evento, Evandro Alencar, pautou a sua fala na importância da prestação dos serviços dos Creas em benefício da sociedade e dos profissionais e empresas que compõem o Sistema Confea/Crea e Mútua. “Com a melhoria das nossas ações de fiscalização temos certeza da eficácia dos serviços que prestamos e da repercussão que isso causa para a sociedade que se sente protegida e para os profissionais que têm garantidos e valorizados as suas atividades profissionais”, disse o presidente garantindo um trabalho continuo com foco nesses objetivos. “Não mediremos esforços para garantir a melhoria e o aperfeiçoamento dessas ações”, concluiu o presidente do regional pernambucano.
Evandro Alencar aproveitou para anunciar a realização, no próximo dia 16, em Carpina, da primeira plenária itinerante do Crea-PE, a implantação do Crea Móvel e a intensificação das ações de fiscalização têm, entre outros, o objetivo de trazer o profissional e a sociedade para perto do Conselho, contribuindo para mudar a imagem de órgão arrecadador que se tem do Crea em todos os estados do País. O presidente agradeceu a presença de todos os convidados e se colocou à disposição do corpo funcional da fiscalização para ajudar no que for necessário e que as metas da área sejam alcançadas.
Após as apresentações dos dois presidentes, o gerente de Fiscalização, Romildo Cavalcanti, apresentou os indicadores da Fiscalização e falou da reestruturação das áreas. Em seguida, foi a vez do chefe da Fiscalização do Crea-PI, Antônio Martins, falar sobre as rotinas de elaboração de autos de infração e resultados da Fiscalização no regional piauiense.
Também estavam presentes à abertura do Seminário, o gerente de Fiscalização do Crea-PE, Romildo Cavalcanti, a chefe da Fiscalização Daniele Castro e o chefe da Divisão de Controle de Planejamento da Fiscalização, Newton Martins. Além destes também estavam presentes, fiscais do Crea-PE que atuam na Região Metropolitana do Recife (RMR) e nas inspetorias do Interior do Estado, inspetores regionais, coordenadores de Câmaras e presidentes de entidades de classe. Ainda presentes ao encontro, como convidados, o subprocurador consultivo do Confea, João Augusto de Lima e o chefe da Fiscalização do Crea-PI, Antônio Martins.
À tarde, o grupo se reuniu novamente para assistir ao treinamento feito pelo representante do Confea, João Augusto Lima, e a apresentação de boas práticas de fiscalização feitas pelos fiscais do Crea-PE, Dênio Marcus, Fábio Gilnei e Odon Correia. Como último item da pauta, os participantes tiveram ainda debate sobre os temas indicados.

Fonte: Crea-PE

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.