Sessão Plenária do Confea é aberta com apresentação do relatório da Mútua

Dados apresentados pelo presidente da Instituição, engenheiro agrônomo Cláudio Calheiros, foram referentes aos meses de janeiro a março deste ano. Também acompanharam a reunião os diretores da Mútua, engenheiro agrônomo Ricardo Antonio de Arruda Veiga (diretor de Benefícios), técnico em Edificações Lino Gilberto da Silva (diretor financeiro) e engenheiro eletricista Antonio Salvador da Rocha (diretor de Tecnologia) e o superintendente da Instituição, engenheiro civil Paulo Roberto de Queiroz Guimarães


Calheiros durante sua apresentação, nesta manhã, no Confea

Os conselheiros federais e o presidente do Confea, engenheiro civil José Tadeu da Silva, reunidos na Sede da Autarquia, em Brasília (DF), deram início nesta quarta-feira (15), à 1419ª Sessão Plenária do Conselho Federal. A abertura da reunião foi marcada pela exposição do relatório de atividades e de desempenho da Mútua. O presidente da Caixa de Assistência dos Profissionais do Crea, engenheiro agrônomo Cláudio Calheiros, realizou a apresentação do documento, pontuando as ações institucionais desenvolvidas pela Mútua e, também, os números referentes às receitas, despesas e concessões de benefícios.

Calheiros detalhou o crescimento na liberação de benefícios mostrando que, em 2014, foram concedidos mais de 117 milhões em benefícios reembolsáveis e mais de 1 milhão em benefícios sociais aos profissionais associados. No mesmo ano, conforme mostrou ele, retornou à Mútua mais de 80 milhões dos pagamentos dos benefícios reembolsáveis. “Esse valor será revertido novamente em benefícios aos nossos associados”, enfatizou o presidente da Mútua. Ainda tratando do assunto, Calheiros detalhou ao Plenário do Confea o balanço dos benefícios já concedidos em 2015. Os dados mostram que de 1º de janeiro a 25 de março, a Mútua já repassou mais de 23 milhões aos associados. Calheiros ainda ponderou que a expectativa da Instituição é atender, ainda mais, as necessidades dos profissionais, tendo em vista o projeto de criação de oito novos benefícios, que tramita no Confea.


Paulo Guimarães e Ricardo Veiga acompanharam a apresentação do relatório da Mútua

O trabalho da Instituição com foco no aumento da associatividade também foi lembrado na fala de Calheiros. “Temos feito um trabalho efetivo para que nossos sócios RT e Corporativo migrem para a categoria de Contribuintes. Um exemplo disso é que temos cobrado, de fato, que os associados da categoria RT apresentem uma ART dos últimos doze meses. Caso contrário, eles precisam passar para a categoria de Sócio Contribuinte”, explicou ele. Outro ponto tratado na apresentação foi a situação do repasse feito pelos Creas do percentual da ART destinada à Mútua, tema que também já foi analisado em relatório protocolado no Confea em março deste ano.

Durante a apresentação, o dirigente da Mútua justificou sua ausência na Sessão Plenária passada, realizada de 11 a 13 de março, em virtude da II Semana de Excelência em Aprendizagem Organizacional da Mútua. Calheiros ainda agradeceu as presenças, no evento de treinamento da Mútua, do presidente do Confea e do conselheiro federal, engenheiro mecânico Paulo Roberto Lucas Viana. O conselheiro, inclusive, fez questão de registrar sua opinião sobre a Semana de Excelência da Mútua. “Parabenizo a Diretoria Executiva da Mútua pela realização do evento e destaco que são visíveis os avanços da Mútua nesta área de gestão de pessoas”, disse ele que ainda classificou sua participação no evento como “muito gratificante”.


Lino Gilberto também teceu comentários acerca de questões de sua Diretoria

O conselheiro federal, engenheiro agrônomo Mário Varela Amorim, também fez pronunciamento, durante da Plenária, evidenciando o aumento dos investimentos da Mútua em qualificação do seu quadro funcional. “Em 2013 a Mútua investiu 0,46% de sua receita em treinamento. Esse número é muito pequeno para a quantidade de funcionários que a Instituição possui. Já em 2014, foram investidos 2,66%. Houve um avanço. A Mútua merece destaque e reconhecimento por ter aumentado o investimento na qualificação de seus funcionários”, defendeu o conselheiro.


Antonio Salvador e o gerente de Tecnologia da Mútua, Lúcio Aparecido dos Anjos, também estiveram presentes à Plenária

Trabalhos da 1419ª Sessão Plenária

Os trabalhos da 1419ª Sessão Plenária Ordinária do Confea prosseguem com a análise de diversos itens das Comissões da Casa e, durante a reunião, ainda será promovida posse administrativa do conselheiro federal, engenheiro de minas Antônio Celso Dias Façanha, do Amapá, como suplente. De acordo com Façanha, sua maior luta será no sentido de resguardar as atribuições dos engenheiros. “Meu papel será o de ajudar com questões das coordenadorias, na participação em seminários e na luta para que, cada vez mais, possamos preservar as atribuições dos engenheiros”, destacou.


Antônio Celso Dias Façanha: posse nesta 1419ª Sessão Plenaria

Compuseram a mesa de abertura da Plenária, o coordenador nacional de Câmaras Especializadas de Agrimensura, engenheiro agrimensor Francisco Sales, o coordenador de Câmaras Especializadas de Agronomia, engenheiro agrônomo Kleber Souza Santos, o presidente do Confea, engenheiro civil José Tadeu da Silva, o coordenador do Colégio de Presidente, o presidente do Crea-BA engenheiro mecânico Marco Antônio Amigo, o diretor-presidente da Mútua, engenheiro agrônomo Cláudio Calheiros, e o coordenador do Colégio de Entidades Nacionais, engenheiro mecânico Jorge Ney Britto, presidente da Federação Nacional de Engenheiros Mecânicos e Industriais (Fenemi)

 

Fonte: Acme/Mútua

Fotos: Alline Abreu (Acme/Mútua)

Compartilhe essa postagem:

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.